Cosmos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Cosmos
Cosmos (PT)
Carl Sagan junto a um modelo da nave Viking.
Informação geral
Formato Série
Duração 1 hora por episódio
Criador(es) Carl Sagan e sua esposa Ann Druyan
País de origem  Estados Unidos
Idioma original Inglês
Produção
Diretor(es) Adrian Malone
Produtor(es) KCET e Carl Sagan Productions
Apresentador(es) Carl Sagan
Tema de abertura Vangelis
Exibição
Emissora de
televisão original
PBS
Formato de exibição 480i (SD)
Transmissão original 28 de setembro de 1980 -
21 de dezembro de 1980
Nº de episódios 13 episódios (lista de episódios)
Cronologia
Último
Último
Cosmos: A Space-Time Odyssey
Próximo
Próximo

Cosmos foi uma série de TV realizada por Carl Sagan e sua esposa Ann Druyan, produzida pela KCET e Carl Sagan Productions, em associação com a BBC e a Polytel International, veiculada na PBS em 1980. A série Cosmos é um dos mais formidáveis exemplos da amplitude e eficácia que a divulgação científica pode atingir por meios audiovisuais, quando servida por uma personalidade carismática como Carl Sagan e por meios técnicos adequados.

Filmagens[editar | editar código-fonte]

Filmado ao longo de três anos, em quarenta locais de doze países, o programa Cosmos abriu a janela do Universo a mais de 500 milhões de pessoas. O segredo desta série de treze horas foi o talento de comunicador de Sagan, capaz de desmitificar o que até então fora informação científica inacessível. A versão escrita deste programa continua a ser o livro de divulgação científica mais vendido da história.

Lançamentos[editar | editar código-fonte]

Editada pela Cosmos Studios (parte de uma fundação criada para a divulgação científica), a versão DVD da série disponibiliza um total de 780 minutos de material, distribuídos por 13 episódios de 60 minutos cada (cada episódio está repartido em 13 capítulos de acesso directo). Os materiais incluídos na edição DVD foram revistos pelo próprio Carl Sagan e pela sua esposa e ajudante, Ann Druyan, e após cada episódio encontrará uma apresentação das actualizações e novas descobertas científicas feitas nas matérias expostas desde o lançamento original da série nos anos 80. Foi veiculada pela TV Globo nos anos 80, no seu último horário de programação aos domingos. A partir de março de 2008 o canal brasileiro TV Escola começou a reapresentar este documentário dublado em português.

No Brasil[editar | editar código-fonte]

A série foi exibida pela primeira vez pela Rede Globo, apresentada então pelo ator e dublador Reynaldo Gonzaga, mas com Carl Sagan sendo dublado por Sílvio Navas. Posteriormente, a série passou a ser exibida pelo canal TV Escola com nova dublagem de Sérgio Stern, feita através dos estúdios Synapse. O cientista brasileiro Marcelo Gleiser apresentou em 2006, no Fantástico, uma serie denominada Poeira das Estrelas, um programa de divulgação científica feito nos moldes de Cosmos, segundo Gleiser, o nome de tal série foi dada graças a uma frase dita por Carl Sagan na série Cosmos dizendo que: "Todos nós somos seus filhos", tal episódio da série de Sagan contava sobre estrelas, Gleiser remodelou tal frase dizendo no primeiro episódio de Poeira das Estrelas: "... uma vez o astrônomo americano Carl Sagan disse que somos todos 'Poeira das Estrelas'".

Veja também[editar | editar código-fonte]

Wikiquote
O Wikiquote possui citações de ou sobre: Cosmos

Ligações externas[editar | editar código-fonte]