Cotonou

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Cotonou
—  Cidade  —
Vista do Porto de Cotonou
Vista do Porto de Cotonou
Cotonou está localizado em: Benim
Cotonou
Localização de Cotonou no Benim
6° 22' N 2° 25' E
País  Benim
Departamento Littoral
Distritos Distritos
Administração
 - Prefeito Nicéphore Soglo
Área
 - Total 79 km²
Altitude 51 m (167 pés)
População (Censo 2006)
 - Total 761 137
    • Densidade 9 634,6/km2 
Fuso horário UTC (UTC+1)
ISO 3166-2 BJ-LI
Uma estrada em Cotonou.

Cotonou ou Cotonu[1] é a maior cidade do Benim. É um porto no golfo da Guiné. Tem cerca de 760 mil habitantes. Foi um Estado autónomo até ao século XVIII, quando passou para o reino do Daomé. Em 1883 foi ocupada pelos franceses. Foi também nesta cidade que foi assinado em 2000 o acordo de Cotonou.

Por ser a cidade mais populosa de Benin, abriga em seu território grande parte dos consulados e serviços diplomáticos. Cotonou é a capital de facto, apesar da capital de jure ser Porto Novo.

População[editar | editar código-fonte]

Sua população é de 761,137 habitantes oficialmente em 2006, no entanto, é muito provável que a cidade tenha cerca de 1,2 milhões de habitantes. Em 1960, a cidade havia apenas 70.000 habitantes, um aumento de 10 vezes da população em apenas 40 anos. As frentes de urbanização estão a aumentar, sobretudo a oeste da cidade.

História[editar | editar código-fonte]

O nome de Cotonu significa "a foz do rio da morte" em língua fon . No início do século XIX, Cotonou era uma pequena vila de pescadores. A cidade foi dominada pelo reino de Daomé, no século XVIII . Em 1851 franceses assinaram um tratado com o rei do Daomé Ghezo pela qual eles obtiveram permissão para estabelecer uma feitoria em Cotonou. No reinado do sucessor de Ghezo, Glele entre 1858 e 1889, o território foi cedido à França por um tratado assinado em 19 de maio de 1868. Em 1883 o exército francês ocupou a cidade para impedir a conquista da Grã-Bretanha na área. Depois da morte do rei Glele em 1889, seu filho Behanzin tentou em vão contestar o tratado. Desde então, a cidade experimentou um rápido crescimento.

Geografia[editar | editar código-fonte]

Cotonu está localizada na faixa litorânea entre o Lago Nokoué e o Oceano Atlântico. A cidade é cortada por um canal, a lagoa de Cotonu, cavada pelos franceses em 1855. A cidade possui três pontes, que ligam os dois lados da lagoa.Devido à sua posição geográfica favorável Cotonu começa a desenvolver o comércio com os países vizinhos. A cidade tem portas de saída por ar (Aeroporto Cadjehoun de Cotonou), mar (Porto de Cotonu), rio (canal para Porto Novo) e eixos terrestres que servem a sub-região (Departamento Littoral), Nigéria, Níger, Burkina Faso. Uma erosão da costa está se formando há várias décadas. A coisa piorou depois de 1961, após o grande trabalho realizado em Benin (a barragem de Nangbéto, o porto de águas profundas de Cotonou), em Gana (Barragem de Akossombo) e Togo (porto de águas profundas de Lomé). Houssou Paul, um projecto piloto financiado pelo Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (Pnuma) diz que em 40 anos, a costa leste de Cotonou caiu 400 metros. Essa erosão levou os habitantes a abandonar as suas casas construídas ao longo da costa. O Estado decidiu proibir o bombeamento de areia do mar e envolve a construção de diques de proteção.

Transporte[editar | editar código-fonte]

Benin possui uma ferrovia (Ferrovia Cotonu-Parakou] que ainda está ativa. O ramal da Ferrovia Cotonu-Pobé funciona até Porto-Novo e a Ferrovia Cotonu-Segboroué está desativada. Cotonu ainda é servida pelas rodovias RNIE1 e RNIE2 (Rotas Nacionais Interestaduais) e pela Rodovia Costeira da África Ocidental (Rodovia Transafricana 7 ou Dacar - Lagos). Na cidade se usa muito os Zémidjans, moto-táxis típicos do país.

Ambiente[editar | editar código-fonte]

A cidade está ameaçada pela subida das águas do Golfo da Guiné.[2]

Economia[editar | editar código-fonte]

Em 2012 a pirataria no golfo da Guiné diminuiu o comércio no porto de Cotonou.[3]

Demografia[editar | editar código-fonte]

  • 1979: 320,348 (censos)
  • 1992: 536,827 (censos)
  • 2002: 665,100 (estimativa)
  • 2005: 690,584 (estimativa)

Clima[editar | editar código-fonte]

O clima é do tipo equatorial, com uma alternância de duas estações chuvosas (Abril-Julho e Setembro a Outubro, de 800 a 1200 mm de chuva por ano) e duas épocas secas (de dezembro para janeiro). A temperatura oscila entre 18 e 35 °C.

Cidades-irmãs[editar | editar código-fonte]

Pessoas famosas nascidas na cidade[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Serviço das Publicações da União Europeia. Anexo A5: Lista dos Estados, territórios e moedas. Código de Redacção Interinstitucional. Página visitada em 18 de janeiro de 2012.
  2. Benin's Cotonou - a city slowly swallowed by waves The Terra Daily, 25 January 2008
  3. Associated Press (2012-02-27). UN says piracy off Africa’s west coast is increasing, becoming more violent. Página visitada em 2012-02-29.

Ligação externas[editar | editar código-fonte]

[1] Acordo de Cotonuo assinado em 2000