Courtrai

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Flag of Belgium (civil).svg  Município de Courtrai
Broeltorens.jpg
KortrijkLocation.png
Localização do município de Courtrai
no distrito e na província de Flandres Ocidental
Brasão Bandeira
Wapen stad be Kortrijk (met schildhouders).svg Flag of Kortrijk.svg
Geografia
Região Flandres
Província Flandres Ocidental
Distrito Courtrai
Coordenadas 50°50’ N, 03°16’ E
Área 80,02 km²
Demografia
População
– Homens
– Mulheres
Densidade
73 941 (1/1/2008)
48,72%
51,28%
929 hab./km2
Faixa Etária
0–19 anos
20–64 anos
65 anos ou mais
(1/1/2008)
21,83%
57,71%
20,47%
Estrangeiros 3,73% (1/7/2005)
Economia
Desemprego 9,03% (1/1/2008)
Renda per capita 12.964 € euros/hab. (2003)
Política
Prefeito (burgomestre) Stefaan de Clerck (CD&V)
Coalizão/Partido CD&V - SP.A
Vereadores (escabinos) 41
Código Postal
Código Postal deelgemeenten/entités (submunicípios)
8500
8501
8501
8510
8510
8510
8510
8511
Courtrai
Bissegem
Heule
Bellegem
Kooigem
Marke
Rollegem
Aalbeke
Outras informações
Código telefônico 056
Código NIS 34022
Website www.kortrijk.be

Courtrai (em neerlandês Kortrijk, em francês Courtrai e em latim, Cortoriacum) é uma cidade e um município belga da região flamenga, província da Flandres Ocidental.[1] Em 1 de Janeiro de 2006, o município tinha 73. 694 habitantes, uma superfície total de 80,02 km² a que correspondia auma densidade populacional de 921 habitantes/km². O município é constituído pela cidade de Courtrai propriamente dita e pelas vilas de Aalbeke, Bellegem, Bissegem, Heule, Kooigem, Marke e Rollegem.[1]

A cidade é banhada pelo rio Lys (Rio Leie, em neerlandês e fica situada a 42 quilômetros da cidade de Gante.[1]

Deelgemeenten[editar | editar código-fonte]

O município de Courtrai encontra-se subdividido em oito deelgemeenten, a população e respectiva área, encontra-se na tabela abaixo.

# Nome Superfície
(km²)
População
em (31 de Dezembro de 2006)
I Courtrai 22,38 40.089
II Heule 11,69 10.220
III Bissegem 3,44 5.566
IV Marke 8,22 8.014
V Aalbeke 7,17 2.924
VI Rollegem 8,47 2.765
VII Bellegem 13,98 3.709
VIII Kooigem 4,79 796
Fonte: Stad Kortrijk

Mapa[editar | editar código-fonte]

As oito deelgemeente em que se acha dividido o município de Courtrai


História[editar | editar código-fonte]

Cortoriacum foi fundada pelos romanos numa importante encruzilhada próximo do rio Lys, tendo aí desenvolvido um típico vicus galo-românico. No século IX, Conde da Flandres mandou edificar fortificações contra o avanço dos Normandos.[1] A vila obteve a carta de cidade em 1190 de Filipe de Alsácia.[1] A população aumentou e foi necessário construir novos muros defensivos, parte dos quais ainda hoje podem ser vistos (os Broeltoren).

No século XIII, as batalhas entre Fernando de Portugal, Conde da Flandres e o seu primo o rei Luís VIII de França, conduziram à destruição da cidade. Os Condes da Flandres reconstruíram-na mais tarde. Desde essa altura, Courtrai ganhou grande importância como centro produtor de linho.[1]

Em 1202, a população de Brugge iniciou uma bem sucedida revolta contra aos franceses, que tinham anexado o condado da Flandres um par de anos antes. Em 18 de Maio de 1302, a população francesa da cidade foi assassinada e isto não podia ficar impune. A subsequente famosa Batalha das Esporas Douradas (Guldensporenslag, em neerlandês) entre os Flamengos, principalmente membros do povo e agricultores, e os cavaleiros de Filipe IV de França teve lugar próximo da cidade de Courtrai em 1 de Julho de 1302, resultando numa vitória esmagadora para os Flamengos.[1] Esta data é ainda hoje celebrada como feriado nacional pelos Flamengos.[1]

Depois de uma nova revolta dos Flamengos, mas desta feita conta o seu próprio Conde Luís I, os Franceses invadiram novamente a Flandres.[1] Estas aquisições flamengas foram consolidadas pelos Franceses na Batalha de Casel (1328).[1] O filho de Luís I, Luís II, Filipe van Artevelde recuperaram a cidade em 1381 mas perdeu novamente no ano seguinte na batalha de Roosebeke, dando origem a uma nova vaga de pilhagens e destruição.

A maior parte do século XV foi próspero através dos duques da Borgonha, até à morte de Maria de Borgonha em 1482, que introduzira uma nova luta contra a França, O século XVI foi marcado pela revolta dos Países Baixos em 1530 devido à repressão levada a cabo por Carlos V e os confrontos gerados pela Reforma. O reinado de Luís XIV viu Courtrai ocupada pelos franceses cinco vezes em dezasseis anos e as suas antigas fortificações demolidas. O Tratado de Utrecht finalmente entregou finnlamente todo o território à Áustria.[1]

Depois da Revolução Francesa e a era napoleónica, a indústria baseada no linho e a economia da cidade e arredores puderam finalmente prosperar novamente.

Courtrai foi fortemente bombardeada no verão de 1917, mas foi ainda mais destruída pelos bombardeamentos aliados em 1944.[1] A maior parte da cidade que podemos ver hoje foi reconstruída após a Segunda Guerra Mundial.[1]

Evolução demográfica[editar | editar código-fonte]


  • Fonte:NIS - Opm:1806 t/m 1970=volkstellingen op 31 december; vanaf 1977= População a 1 de Janeiro

Economia[editar | editar código-fonte]

A cidade é centro comercial de uma região produtora de linho.[1] Possui indústria têxtil (algodoeira e de rendas) e ourivesaria.

Monumentos[editar | editar código-fonte]

Edifício da câmara municipal ou da prefeitura
Os Broeltoren
Grote Markt

Cidades gémeas[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre Courtrai

Referências