Cría cuervos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Cría Cuervos
Cria Corvos (PT)
Cría Cuervos (BR)
 Espanha
1976 • cor • 107 min 
Direção Carlos Saura
Roteiro Carlos Saura
Elenco Ana Torrent
Geraldine Chaplin
Mónica Randall
Mayte Sanchez
Florinda Chico
Germán Cobos
Héctor Alterio
Conchita Pérez
Josefina Díaz
Mirta Miller  
Género Drama
Idioma Espanhol
Página no IMDb (em inglês)

Cría Cuervos (em Portugal intitulado Cria Corvos) é um filme de 1976 dirigido por Carlos Saura.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Ana (Geraldine Chaplin) relembra a infância, aos nove anos, quando assiste à morte da mãe e pai em um curto intervalo de tempo e imagina ter o poder sobre a vida e morte das pessoas.

Elenco[editar | editar código-fonte]

  • Geraldine Chaplin ... Ana adulta e a mãe
  • Mónica Randall ... Paulina
  • Florinda Chico ... Rosa
  • Ana Torrent ... Ana criança
  • Héctor Alterio ... Anselmo (o pai)
  • Germán Cobos ... Nicolás Garontes
  • Mirta Miller ... Amelia Garontes
  • Josefina Díaz ... Avó
  • Conchita Pérez ... Irene
  • Juan Sánchez Almendros...
  • Mayte Sanchez ... Juana

Principais prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

  • Premio do Juri no Festival de Cannes (1976).
  • Indicada ao Oscar de Melhor Filme Estrangeiro (1976).
  • Premio da Crítica Francesa (1976).
  • London film Festival (1976).
  • Festival de Karlovy Vary (1976).
  • Premio da Crítica do Festival de Bruxelas (1977).
  • Melhor filme, melhor diretor e melhor atriz (Geraldine Chaplin) pela Associação de Cronistas de Espectáculos de Nova York (1978).
  • Festival de Nova Delhi (1981)
Ícone de esboço Este artigo sobre um filme é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.