Críticas à Bíblia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Crítica da Bíblia)
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde janeiro de 2012).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.


Nos tempos modernos, a visão de que a Bíblia deve ser aceita como historicamente exata e como um guia confiável para a moralidade tem sido questionada pela corrente principal de muitos acadêmicos, no campo da crítica bíblica. A maioria dos grupos cristãos afirmam a inerrância bíblica, e muitas vezes se opõem a interpretações da Bíblia que não são tradicionais, ou "leitura comum". Alguns dos círculos mais conservadores cristãos acreditam que a tradução King James da Bíblia é a única tradução exata inglesa da Bíblia, e aceitam-a como infalível. O fundamentalismo cristão, assim como grande parte do judaísmo ortodoxo, apoiam fortemente a ideia de que a Bíblia é um registro histórico preciso de eventos reais e uma das principais fontes de orientação moral.

Além dos problemas sobre a moralidade, a inerrância ou historicidade, subsistem algumas dúvidas de que os livros deveriam ser incluídos na Bíblia (cf. Cânon bíblico). Judeus descontam o Novo Testamento e os judeus e a maioria dos cristãos desacreditam na legitimidade dos apócrifos do Novo Testamento.

Notáveis críticos[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre religião é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.