Crepitação

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ambox question.svg
Esta página ou seção carece de contexto (desde maio de 2010).

Este artigo (ou seção) não possui um contexto definido, ou seja, não explica de forma clara e dire(c)ta o tema que aborda. Se souber algo sobre o assunto edite a página/seção e explique de forma mais clara e objetiva o tema abordado.

Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde maio de 2010).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.

A crepitação é definida como uma liberação espontânea de energia interna. Vários fatores contribuem para que um elemento crepite, tais como: aumento de temperatura, exposição a altas pressões e contato direto com radiação. Os fragmentos da crepitação são conhecidos como Criptas (do Grego Kryptos). O fator dominante da crepitação é a grande variação da entalpia do sistema onde ela ocorre. Ela ocorre geralmente a partir de sais.