Crista (meteorologia)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita uma ou mais fontes fiáveis e independentes, mas ela(s) não cobre(m) todo o texto (desde junho de 2012).
Por favor, melhore este artigo providenciando mais fontes fiáveis e independentes e inserindo-as em notas de rodapé ou no corpo do texto, conforme o livro de estilo.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
A representação de cavados e cristas alternantes nos ventos do oeste no hemisfério norte

Crista, em meteorologia, é uma região alongada de alta pressão, com pouca ou nenhuma circulação ciclônica. As cristas não são normalmente representadas em cartas meteorológica, embora em algumas regiões ou países, é representada por linhas tracejadas ou contínuas numa coloração diferente àquelas representadas por cavados.

Mesmo sendo as cristas não representadas em mapas meteorológicos, pode ser facilmente encontrada através de isóbaras que distanciam do centro da região de alta pressão. As regiões afetadas por cristas geralmente apresentam tempo bom, já que as áreas de chuvas tendem a permanecer em áreas de baixa pressão.[1]

As cristas são partes importantes na anticiclogênese, processo de formação de anticiclones.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Portal A Wikipédia possui o portal:

Referências

  1. O que é meteorologia sinótica?. Universidade de São Paulo. Página visitada em 19 de Junho de 2008.
Ícone de esboço Este artigo sobre Meteorologia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.