Cristiano Guilherme I de Schwarzburg-Sondershausen

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Cristiano Guilherme I de Schwarzburg-Sondershausen
Príncipe de Schwarzburg-Sondershausen
Príncipe de Schwarzburg-Sondershausen
Período 19 de Agosto de 1666 - 10 de Maio de 1721
Predecessor António Günther I de Schwarzburg-Sondershausen
Sucessor Günther XLIII de Schwarzburg-Sondershausen
Cônjuge Antónia Sibila de Barby-Mühlingen
Cristiana Guilhermina de Saxe-Weimar
Descendência
António Alberto de Schwarzburg-Sondershausen
Augusto Guilherme de Schwarzburg-Sondershausen
Günther XLIII de Schwarzburg-Sondershausen
Sofia Madalena de Schwarzburg-Sondershausen
Cristiana Emília de Schwarzburg-Sondershausen
Albertina Luísa de Schwarzburg-Sondershausen
Antónia Sibila de Schwarzburg-Sondershausen
Joana Augusta de Schwarzburg-Sondershausen
Henrique XXXV de Schwarzburg-Sondershausen
Augusto I de Schwarzburg-Sondershausen
Ernestina Henriqueta de Schwarzburg-Sondershausen
Rudolfo de Schwarzburg-Sondershausen
Guilherme II de Schwarzburg-Sondershausen
Cristiano de Schwarzburg-Sondershausen
Pai António Günther de Schwarzburg-Sondershausen
Mãe Maria Madalena de Zweibrücken-Birkenfeld
Nascimento 6 de Janeiro de 1647
Sondershausen, Alemanha
Morte 10 de maio de 1721 (74 anos)
Sondershausen, Alemanha

Cristiano Guilherme I de Schwarzburg-Sondershausen (6 de janeiro de 1647 - 10 de maio de 1721) foi um conde e, mais tarde, príncipe de Schwarzburg-Sondershausen, conde de Hohenstein, senhor de Sondershausen, Arnstadt e Leutenberg. A partir de 1681 também recebeu o título de conde de Ebeleben e, a partir de 1716, conde de Arnsdat.

Vida[editar | editar código-fonte]

Cristiano Guilherme era filho do conde António Günther I de Schwarzburg-Sondershausen e da sua esposa, a condessa palatina Maria Madalena de Zweibrücken-Birkenfeld.

Em 1666, sucedeu ao seu pai juntamente com o seu irmão António Günther II. Em 1681, os dois irmãos dividiram o estado e António tornou príncipe de Schwarzburg-Arnstadt. A 3 de setembro de 1697, ambos os irmãos passaram a ser príncipes imperais por decreto do sacro-imperador Leopoldo I. António morreu em 1716 sem descendência e os seus territórios voltaram a pertencer a Cristiano.

Concluiu um tratado de sucessão com o seu irmão no qual foi estabelecida a indivisibilidade de Schwarzburg-Sondershausen, e determinou que seria o primogénito a suceder ao trono. Depois de o conde Luís Frederico I de Schwarzburg-Rudolstadt ter assinado o tratado em 1710, o sacro-imperador Carlos VI confirmou-o.

Durante o reinado de Cristiano Guilherme, Schwarzburg-Sondershausen afastou-se da influência cada mais significante do eleitorado da Saxónia. Cristiano renovou o Palácio de Sondershausen, transformando-o do seu estilo renascentista para um estilo mais barroco.

Um centro cultural no norte da Turíngia recebeu o nome em sua honra.

Casamentos e descendência[editar | editar código-fonte]

Em 1672, Cristiano Guilherme ficou noivo da poeta Ludomila Isabel de Schwarzburg-Rudolstadt, mas ela morreu inesperadamente no mesmo ano.

Casou-se no dia 22 de agosto de 1673 com a condessa Antónia Sibila de Barby-Mühlingen, filha do conde Alberto Frederico I de Barby-Mühlingen, de quem teve os seguintes filhos[1] :

  1. António Alberto de Schwarzburg-Sondershausen (25 de setembro de 167416 de julho de 1680), morreu com cinco anos de idade.
  2. Augusto Guilherme de Schwarzburg-Sondershausen (abril de 167613 de dezembro de 1690), morreu com catorze anos de idade.
  3. Günther XLIII de Schwarzburg-Sondershausen (23 de agosto de 167828 de novembro de 1740), príncipe de Schwarzburg-Sondershausen; casado com a princesa Isabel Albertina de Anhalt-Bernburg; sem descendência.
  4. Sofia Madalena de Schwarzburg-Sondershausen (17 de fevereiro de 168014 de junho de 1751), casada com o conde Jorge Alberto de Schönburg-Hartenstein; com descendência.
  5. Cristiana Emília de Schwarzburg-Sondershausen (9 de abril de 16811 de novembro de 1751), casada com o duque Adolfo Frederico II de Mecklemburgo-Strelitz; com descendência.
  6. Albertina Luísa de Schwarzburg-Sondershausen (29 de junho de 16826 de maio de 1765), morreu solteira e sem descendência.
  7. Antónia Sibila de Schwarzburg-Sondershausen (nascida e morta a 2 de maio de 1684)

Após a morte da sua esposa, Cristiano Guilherme voltou a casar-se, desta vez com a duquesa Cristiana Guilhermina de Saxe-Weimar, filha do duque João Ernesto II de Saxe-Weimar, no dia 27 de setembro de 1684. Tiveram os seguintes filhos:

  1. Joana Augusta de Schwarzburg-Sondershausen (17 de setembro de 16863 de março de 1703), morreu com dezasseis anos de idade.
  2. Cristiana Guilhermina de Schwarzburg-Sondershausen (19 de fevereiro de 168820 de março de 1749), morreu solteira e sem descendência.
  3. Henrique XXXV de Schwarzburg-Sondershausen (8 de novembro de 16896 de novembro de 1758), príncipe de Schwarzburg-Sondershausen de 1740 até à sua morte; morreu solteiro e sem descendência.
  4. Augusto I de Schwarzburg-Sondershausen (27 de abril de 169127 de outubro de 1750), também tinha o título de Schwarzburg-Sondershausen, mas nunca governou. Casado com a princesa Carlota Sofia de Anhalt-Bernburg; com descendência.
  5. Ernestina Henriqueta de Schwarzburg-Sondershausen (20 de julho de 169211 de novembro de 1759), morreu solteira e sem descendência.
  6. Rudolfo de Schwarzburg-Sondershausen (21 de agosto de 169522 de dezembro de 1749), morreu solteiro e sem descendência.
  7. Guilherme II de Schwarzburg-Sondershausen (3 de maio de 169919 de março de 1762), morreu solteiro e sem descendência.
  8. Cristiano de Schwarzburg-Sondershausen (27 de julho de 170028 de setembro de 1749), também tinha o título de príncipe de Schwarzburg-Sondershausen, mas nunca governou. Casado com a princesa Sofia Cristina de Anhalt-Bernburg-Schaumburg-Hoym; com descendência.

Genealogia[editar | editar código-fonte]

Os antepassados de Cristiano Guilherme de Schwarzburg-Sondershausen em três gerações
Cristiano Guilherme de Schwarzburg-Sondershausen Pai:
António Günther I de Schwarzburg-Sondershausen
Avô paterno:
Cristiano Günther I de Schwarzburg-Sondershausen
Bisavô paterno:
João Günther I de Schwarzburg-Sondershausen
Bisavó paterna:
Ana de Oldenburg-Delmenhorst
Avó paterna:
Ana Sibila de Schwarzburg-Rudolstadt
Bisavô paterno:
Alberto VII de Schwarzburg-Rudolstadt
Bisavó paterna:
Juliana de Nassau-Dillenburg
Mãe:
Maria Madalena de Zweibrücken-Birkenfeld
Avô materno:
Jorge Guilherme de Zweibrücken-Birkenfeld
Bisavô materno:
Carlos I de Zweibrücken-Birkenfeld
Bisavó materna:
Doroteia de Brunsvique-Luneburgo
Avó materna:
Doroteia de Solms-Sonnenwalde
Bisavô materno:
Oto de Solms-Sonnenwalde
Bisavó materna:
Ana Amália de Nassau-Weilburg

Referências