Cromismo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Em química, cromismo é um processo que induz uma mudança reversível nas cores de compostos. Na maioria dos casos, cromismo é baseado sobre uma mudança nos estados dos elétrons das moléculas, especialmente o estado π- ou [i]d[/i], assim este fenômeno é induzido por vários estímulos externos os quais podem alterar a densidade de elétrons das substâncias. É conhecido que há muitos compostos naturais que apresentam cromismos, e muitos compostos artificiais tem sido sintetizados até hoje.

Classificação[editar | editar código-fonte]

O cromismo é classificado pelo tipo de estímulo que o causa ou é usado para manifestá-lo. os principais tipos de cromismo são os seguintes:

Alguns outros tipos são:

  • ionocromismo é o cromismo que é induzido pela presença de determinados íons.
  • halocromismo é causado pelas variações de pH do meio em que se encontra a substância.
  • tribocromismo é causado pelo atrito (fricção) das superfícies onde se encontra a substância.
  • piezocromismo é causado pelo pressão mecânica das superfícies onde se encontra a substância.

Fenômeno crômico[editar | editar código-fonte]

Translation Latin Alphabet.svg
Este artigo ou secção está a ser traduzido (desde abril de 2008). Ajude e colabore com a tradução.

(em inglês)

Corantes e pigmentos[editar | editar código-fonte]

Luminescência[editar | editar código-fonte]

Transferência da luz[editar | editar código-fonte]

Manipulação da luz[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Química é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.