Cromossomos homólogos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde Novembro de 2008).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.

Cromossomos homólogos ou cromossomas homólogos são cromossomos iguais entre si (do grego homologos = igual, semelhante) que juntos formam um par. Os cromossomas nesse par são também designado por bivalentes. Esses pares só existem nas células somáticas das espécies diploides. São cromossomos de origem paterna e materna que apresentam genes para as mesmas características. Num par, os dois homólogos possuem genes para os mesmos caracteres. Esses genes têm localização idêntica nos dois cromossomos (genes alelos). Na célula-ovo ou zigoto, um cromossomo vem do espermatozoide e o outro vem do óvulo.

Para reconhecer os cromossomos homólogos, utilizam-se critérios como tamanho, posição do centrômero e localização das "estrias", ou bandas, que são as linhas mais claras.

Durante a divisão celular meiótica, eles se alinham e, nessa altura, pode ocorrer a recombinação que é a permuta de genes entre esses dois cromossomos. A recombinação é a responsável pela geração da maior parte da biodiversidade em todo o planeta. O conjunto de informações sobre as características dos cromossomos de uma espécie recebe o nome de cariótipo

Ícone de esboço Este artigo sobre Genética é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.