Cruel, Cruel Love

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde fevereiro de 2013).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Cruel, Cruel Love
Charlot Marquês (PT)
Carlitos Marquês (BR)
CC Cruel Cruel Love 1914.JPG
 Estados Unidos
1914 • p&b • 16 min 
Direção George Nichols
Mack Sennett
Roteiro Craig Hutchinson
Elenco Charles Chaplin
Edgar Kennedy
Minta Durfee
Género comédia
Idioma mudo
Página no IMDb (em inglês)

Cruel, Cruel Love (br: Carlitos marquês / pt: Charlot marquês) é um filme mudo de curta-metragem estadunidense de 1914, do gênero comédia, produzido por Mack Sennett para os Estúdios Keystone, dirigido por George Nichols e Mack Sennett, e com Charles Chaplin no elenco.

Cruel, Cruel Love foi considerado como perdido durante 50 anos, até ser descoberta uma cópia completa e em bom estado do filme na América do Sul. Então, o filme passou a ser copiado, e seu formato original disponível para venda.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Chaplin interpreta um personagem muito diferente do Vagabundo neste filme. É um personagem rico, da classe-alta, cujo romance fica comprometido quando sua namorada o vigia, desconfiada dele ter um romance com uma empregada, quando o vê abraçando-a.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]