Cruz de Santiago

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Text document with red question mark.svg
Este artigo ou secção contém fontes no fim do texto, mas que não são citadas no corpo do artigo, o que compromete a confiabilidade das informações. (desde setembro de 2012)
Por favor, melhore este artigo introduzindo notas de rodapé citando as fontes, inserindo-as no corpo do texto quando necessário.
Cruz de Santiago

Cruz de Santiago é segundo a heráldica uma cruz pátea, em que na base da cruz figura uma pátea, quer dizer com as extremidades maiores que o corpo dos braços, em linguagem popular dir-se-ia "braços da cruz com pernas" ou "com patas". Em realidade os quatro braços tem "patas" diferentes", pois a origem parece ter sido imitar uma espada, dai ser chamada também "cruz espada". A parte inferior representaria a lamina, a superior a empunhadura, as laterais a cruz, necessária nesse instrumento para seu uso fácil. Ela surgiu na Espanha, provavelmente após a batalha de Clavijo (844). Mais tarde, em fecha desconhecida, passou a ser o distintivo de uma Ordem Religiosa de Cavaleiros dedicados a defender os peregrinos que se dirigiam a venerar os restos mortais do Apóstolo Santiago, na cidade de Compostela, na Galícia. Esta ordem tomou o nome de Ordem de Santiago, e em Portugal o de Ordem de Santiago da Espada.

Atualmente é utilizada por uma associação católica, de âmbito mundial, reconhecida pelo Romano Pontífice, chamada Arautos do Evangelho.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Eifler, Edgar Gustavo Heráldica Editora do Globo de Porto Alegre (IV edição), 1942.
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Cruz de Santiago
Ícone de esboço Este artigo sobre heráldica é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.