Cruzada de Dez Anos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

A Cruzada de Dez Anos (1953-1963) foi lançado por Shoghi Effendi com o propósito de facilitar uma expansão organizada da Fé Bahá'í.

Com os objetivos do plano, os Bahá'ís iniciaram uma série de esforços dedicados ao ensino e consolidação da Fé, e em 1963 o plano culminou com a primeira eleição da Casa Universal de Justiça, na qual hoje mantém-se como o corpo eleito mais alto da Fé Bahá'í.

Os quatro objetivos principais da Cruzada de Dez Anos eram:

  • a) o desenvolvimento de instituições no Centro Mundial;
  • b) consolidação dos doze países onde a Fé estava bem estabelecida;
  • c) consolidação de todos os outros países que já tinham comunidades abertas;
  • d) criação dos demais "territórios virgens" por volta do mundo;

Uma lista mais ampla dos objetivos da Cruzada de Dez Anos de Shoghi Effendi pode ser encontrado em inglês nas Mensagens ao Mundo Bahá'í.

Para os bahá'ís que se comprometeram a abrir novos territórios para a Fé durante a Cruzada de Dez Anos, receberam o título de 'Cavaleiros de Bahá'u'lláh'.

Antes do plano ter sido completado, Shoghi Effendi faleceu em 1957 e as Mãos da Causa continuaram a Cruzada de Dez Anos seguindo as instruções deixadas por Shoghi Effendi até a formação da Casa Universal de Justiça em 1963.

Ícone de esboço Este artigo sobre Fé Bahá'í é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.