Cultura Longshan

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Uma taça com forma de casca de ovo, da cultura Longshan
Onze caracteres encontrados em Dinggong, Shandong, da cultura Longshan

A Cultura Longshan (em chinês 龍山文化, pinyin Lóngshān wénhuà) foi uma cultura que surgiu no final do Neolítico, próxima ao médio e baixo Rio Amarelo na China. Foi assim chamada devido a Longshan, província de Shandong, o primeiro sítio arqueológico desta cultura que foi encontrado. A cultura Longshan é datada pelos arqueólogos durante o terceiro e segundo milênio a.C..

Um fator distintivo da cultura Longshan era o alto nível técnico em olaria, como indicam os numerosos vestígios de potes e vasilhames de cerâmica encontrados.

A cultura Longshan também marcou a transição para o estabelecimento de cidades, indicado pelos vestígios de muros de terra prensada encontrados, por exemplo, no sítio arqueológico de Taosi. O cultivo de arroz já estava claramente estabelecido no período.

A população neolítica chinesa alcançou seu apogeu durante a cultura Longshan. Com o término da cultura Longshan, a população decresceu agudamente; o que é indicada pelo brusco desaparecimento de potes de cerâmica de alta qualidade, que costumavam ser encontrados em quantidade nos vestígios de ritos fúnebres.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]