Cultura Sredny Stog

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Text document with red question mark.svg
Este artigo ou secção contém uma ou mais fontes no fim do texto, mas nenhuma é citada no corpo do artigo, o que compromete a confiabilidade das informações. (desde maio de 2011)
Por favor, melhore este artigo introduzindo notas de rodapé citando as fontes, inserindo-as no corpo do texto quando necessário.

A Cultura Sredny Stog foi identificada por pesquisadores pela primeira vez na vila ucraniana de Seredny Stih (o termo Sredny Stog é a designação convencional na língua russa), e corresponde à um período entre 4500 - 3500 a.C. Está localizada ao norte do Mar de Azov, entre o rio Dnieper e o rio Don. Um dos principais sítios arqueológicos associados à essa cultura é o Dereivka, localizado na margem direita do rio Omelnik, um tributário do Dnieper, e é o maior sítio da cultura Sredny Stog com uma ocupação de quase 2km² de área.

Parece que ela teve contato com a Cultura Cucuteni-Trypillian no oeste e é contemporânea a Cultura Khvalynsk.

Os mortos eram sepultudos em covas no chão, mas sem a existência de túmulos (kurgan), colocados de costas e com as pernas flexionadas e o corpo tingido com ocre.

Essa cultura, segundo Dmytro Telegin, pode ser dividida em duas fases distintas. A Fase II (4000-3500 a.C.) fabricavam potes cerâmicos com tecnologia de acordelamento e machados de guerra feitos de pedra que, possivelmente, estão associados ao período de expansão dos povos Indo-europeus para o oeste. Evidências também apontam para o início da domesticação de cavalos nessa região e associados à Fase II dessa cultura.

No contexto da Hipótese Kurgan modificada de Marija Gimbutas, essa cultura arqueológica pré-kurgan poderia representar a Urheimat (terra natal) da Língua protoindo-europeia. A cultura Sredny Stog foi sucedida pela cultura Yanma.

Fontes[editar | editar código-fonte]