Cultura tarasca

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
México (cultura tarasca): Tzintzuntzan

A cultura tarasca foi uma cultura pré-comlombiana que surgiu no México, floresceu principalmente na região leste do estado de Michoacán. Segundo alguns historiadores, os ancestrais do tarascos eram originários da Cordilheira dos Andes. Como a maioria das culturas prá-hispânicas, eram politeístas.

Antecedentes[editar | editar código-fonte]

"Tarasco" é uma denominação que os espanhóis deram ao povo purepecha (ou p'urhépecha) assim como ao seu idioma que, contrariamente ao que se tinha pensado, carece de sentido despectivo. Parece tratar-se de um termo de parentesco usado pelos antigos p'urhépecas para tratar certos espanhóis com quem se aparentavam politicamente. Tarasco vem de tarascue (genro e sogro) usado pelo indígenas para se referirem aos espanhóis.

Por muito tempo, a etnografia dita tarasca predominou sobretudo entre os estudiosos, mas atualmente o nome de purepecha tem prevalecido e deriva da maneira como se chamava o antigo estrato social e cultural dos trabalhadores de mão de obra guerreira nos domínios da confederação.

A cultura purepecha se estendiam ao sul até o que é hoje o estado de Guerrero, ao norte até o sul de Jalisco e centro de Guanajuato (do p'urhépecha Cuanashuato: colina do sapo) e a leste até a região então conhecida como Taximaroa, hoje Cidade Hidalgo, Michoacán. Atualmente, o povo e a cultura purepecha sobrevive e conserva seu idioma na região central do estado de Michoacán.

Dedicavam-se à cerâmica, escultura, arquitetura, pintura e ourivesaria. Notadamente a pesca foi e continua sendo uma atividade primrdial para os purepecha.

Principais cidades[editar | editar código-fonte]

Cidade sagrada: Pátzcuaro, que significa "Onde se tinge de negro"

Centro de poder: Pátzcuaro, Ihuatzio e Tzintzuntzan

Deidades[editar | editar código-fonte]

Xarátanga: deusa suprema da agricultura e pescadores

Curicaveri: "Grande queimador" ou "Grande fogo", principal deus de coletores e caçadores, e da guerra.

Grandes autoridades[editar | editar código-fonte]

A autoridade máxima era denominada "Cazonci" ou "Irecha". Destacam-se, dos governantes:

Iretiticátame: decidiu que a cultura se estableceria no atual estado de Michoacán, México.

Tariácuri: fundador do reino P'urhépecha

Tangaxoan II: último imperador P'urhépecha, governou até que o território foi conquistado pelos espanhóis.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre arqueologia ou arqueólogos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.