Curralinho

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Curralinho
Bandeira de Curralinho
Brasão desconhecido
Bandeira Brasão desconhecido
Hino
Fundação Não disponível
Gentílico curralinense
Prefeito(a) Léo Arruda
(2013–2016)
Localização
Localização de Curralinho
Localização de Curralinho no Pará
Curralinho está localizado em: Brasil
Curralinho
Localização de Curralinho no Brasil
01° 48' 50" S 49° 47' 42" O01° 48' 50" S 49° 47' 42" O
Unidade federativa Pará Pará
Mesorregião Marajó IBGE/2008 [1]
Microrregião Furos de Breves IBGE/2008 [1]
Distância até a capital 148,813Km km
Características geográficas
Área 3 617,240 km² [2]
População 28 582 hab. IBGE/2010[3]
Densidade 7,9 hab./km²
Altitude 15 m
Clima Não disponível
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,502 baixo PNUD/2010[4]
PIB R$ 51 039,672 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 1 899,93 IBGE/2008[5]
Página oficial

Curralinho é um município brasileiro do estado do Pará. Localiza-se a uma latitude 01º48'49" sul e a uma longitude 49º47'43" oeste, estando a uma altitude de 15 metros. Sua população estimada em 2004 era de 22.564 habitantes. Possui uma área de 3620,279 km².

História[editar | editar código-fonte]

Curralinho se originou de uma fazenda particular, que cresceu face ao agrupamento de pessoas ligadas a seus proprietários em decorrência de interesses comerciais. Sua denominação vem de "curralzinho", usado pelos aventureiros portugueses que, com o uso, perdeu o "Z". O município de Curralinho foi criado em 31 de Dezembro de 1936.

Hoje o município conta com uma população de aproximadamente 22.888 habitantes. A atividade mais expressiva na estrutura produtiva do município esta concentrado no extrativismo vegetal e pesca de forma sustentável, onde todos os produtores hoje utilizam das Boas Práticas de Manejo, com orientação repassadas por profissionais técnicos que atuam nas comunidades com objetivo de qualificar e gerir um produto de qualidade. O deslocamento desses técnicos até as comunidades se dá através de embarcações cedidas por entidades envolvidas no movimento. Toda articulação de desenvolvimento focado no município hoje de forma organizada, só é possível através de um movimento popularmente chamado de Central de Associações, que hoje virou instituição, chamada de Central de Entidades do Arquipélago do Marajó.

Dados[editar | editar código-fonte]

Localização[editar | editar código-fonte]

O Município de Curralinho localiza-se na microrregião de furos do Marajó tendo como limites ao norte o município de Breves, ao sul o Rio Pará e Baía das Bocas,e ao leste São Sebastião da Boa Vista.

Acesso: A partir de Belém de barco - viagem com 9 horas de duração, partindo dos Portos de Bom Jesus, Custódio, Mundurucus, Boa Viagem, Pindorama e Tamandaré. De avião ha 300Km em linha reta 45 min. em vôos fretados. e também pequenos barcos como o do Panela, que sai de Belém, a um preço acessível a todos que gostam de aventura, apenas R$ 20,00 reais.

Economia[editar | editar código-fonte]

A economia da região hoje marca de forma organizada o crescimento da Central de Entidades do Arquipélago do Marajó, conhecida popularmente como Central de Associações. responsável por 70% da produção local. De forma significativa, atua na região organizando cerca de 24 associações regularmente cadastradas, ou em processo de regularização. A busca pela qualidade na produção é uma marca da Central, que hoje conta com grandes parceiros que muito atuam na região, como: Emater, IBD, Ministério do Desenvolvimento Agrário MDA, Ministério da Pesca e Agricultura, Sagri, Companhia Nacional de Abastecimento CONAB, SENAI, Ideflor-Pa, Instituto Vitória-Regia, Poema UFPa, Banco da Amazônia BASA, CENPAS, entre outros parceiros que muito estão contribuindo com o desenvolvimento do município.

Através de uma articulação política do vereador Marcos Baratinha de Oliveira, (Marquinho) a Central adquiriu um barco com capacidade para 35 toneladas, o que possibilitou dês de então o escoamento da produção local. Esse fator também contribuiu com a valorização da produção, sendo que foi natural a redução de atravessadores (comerciantes)que muito desvalorizavam o produtor, pagando valores irrisórios por uma "rasa" de açaí,(RASA: Pequeno paneiro feito da tala do miriti onde é armazenado o produto). Todo esse processo de desenvolvimento hoje atua na região de forma organizada graças a um pequeno grupo de pessoas que contribuem para valorização do produto e também pelas qualificações técnicas e cursos profissionais que estão sendo desenvolvido na região.

Atrações turísticas e Culturais[editar | editar código-fonte]

  • Rio Pará: Banha o município de Curralinho, formando as baías de Curralinho a das Araras, tendo em seu percurso as ilhas de Martinho, Itaituba, Mucuras e Carioca.
  • Prainha: Praias fluvial, às margens do rio Pará, bastante frequentada durante o veraneio.
  • Praia da Pataqueira: Localizada no rio Pará, a 5 minutos da sede do município de voadeira.
  • Rio Canaticu: Afluente do Rio Pará, apresenta grande extensão, sendo navegável em todo o seu percurso. A 40 minutos da sede do município.
  • Igarapé Araçacá: A 20 minutos da sede do município. Devido aos achados de cerâmicas e ossos em sua margem, acredita-se que o local um Sambaqui e/ou cemitério indígena.
  • Lazer: Balneário Areia Branca, Clube Maruaru Dance Clube, Balneário A Grota. Localizados as margens do rio Pará e Parque do Igarapé.
  • Culinária: Destacam-se pratos feitos com camarão, peixe e açaí.
  • Artesanato: O artesanato é representado pela produção de chapéus, cestas, matapis, peneiras e outros, feitos a partir da utilização de folhas de palmeiras e árvores.
  • Folclore: Destacam-se os grupos culturais Cuia Pitinga, Grupo de Artes e Tradições Marauarús, grupo Feitiço Marajoara, Grupo Caranans, que divulgam o folclore regional com apresentações de carimbó, xote, lundu, dança do coco, sinhá, sairé, maçariquinho, ciranda do norte, quadrilha, dança do boi, do índio, danças internacionais, como a espanhola e encenações teatrais e musicais.
  • Eventos Culturais
    • 03 a 12 de junho – Festividade de Santo Antônio. (Comunidade Santo Antonio)
    • 14 a 24 de junho - Festividade do Glorioso São João Batista. (Paróquia)
    • 4 de julho - Aniversário do Município. (Município)
    • 06 de Julho - abertura do Fest Verão. (SECULT)
    • 10 julho - inicio dos jogos de verão.(SEMEL)
    • 19/20 de julho - Revoada Cultural Curralinhense. (Amigos da Cultura. AGCC)
    • 19 a 21 de setembro - Festival do Açaí. (SECULT)
    • 29 de setembro- Festividade de São Miguel (Rio Canaticú)
    • 10 a 20 de outubro - Festividade de São Benedito dos Inocentes. (Rio Samanajós)
    • 09 a 11 de novembro – Semana da Arte.

Principais associações e comunidades locais[editar | editar código-fonte]

    • Comunidade Bela Pátria
    • Comunidade da Piedade
    • Comunidade Nova Jerusalém
    • Comunidade do Rio Cupijó
    • Comunidade do Mangual

Referências

  1. a b Divisão Territorial do Brasil Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1 de julho de 2008). Visitado em 11 de outubro de 2008.
  2. IBGE (10 out. 2002). Área territorial oficial Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Visitado em 5 dez. 2010.
  3. Censo Populacional 2010 Censo Populacional 2010 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (29 de novembro de 2010). Visitado em 11 de dezembro de 2010.
  4. Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil Atlas do Desenvolvimento Humano Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2010). Visitado em 22 de setembro de 2013.
  5. a b Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Visitado em 11 dez. 2010.
Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado do Pará é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.