Džemal Bijedić

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Džemal Bijedić (12 de abril de 1917 - 18 de janeiro de 1977) foi um político comunista bosníaco da Bósnia e Herzegovina e primeiro-ministro da Iugoslávia de 1971 até sua morte.

Bijedić desempenhou um papel vital na afirmação dos muçulmanos como uma nação constituinte iugoslava e de acordo com o acadêmico Avdo Suceska "mais do que qualquer outro simples líder comunista de origem muçulmana".[1]

Em 18 de janeiro de 1977, Džemal Bijedić, sua esposa Razija e seis outros foram mortos quando o seu Learjet 25 caiu na montanha Inač perto de Kreševo, na Bósnia e Herzegovina. O avião decolou da Base Aérea de Batajnica em Belgrado, e estava a caminho de Sarajevo quando caiu, aparentemente devido as más condições climáticas. Os teóricos da conspiração têm sugerido que o acidente não foi um acidente, mas sim o resultado de um jogo sujo pelas mãos de seus rivais sérvios[2] .

Referências[editar | editar código-fonte]

Citações
  1. Velikonja, Mitja. Religious Separation and Political Intolerance in Bosnia and Herzegovina. [S.l.]: Texas A&M University Press, 1992. p. 223. ISBN 1-58544-226-7.
  2. BBC (8 de janeiro de 2007). Famous Air Crash Victims - Part 4: Politicians.
Bibliografia
  • Isaković, Alija. Antologija zla (em <Língua não-reconhecida>). [S.l.]: Ljiljan, 1994.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Cargos políticos


Precedido por
Mitja Ribičič
Primeiro-ministro da Iugoslávia
30 de Julho de 1971–18 de Janeiro de 1977
Sucedido por
Veselin Đuranović