DSM-5

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Broom icon.svg
As referências deste artigo necessitam de formatação (desde maio de 2013).
Por favor, utilize fontes apropriadas contendo referência ao título, autor, data e fonte de publicação do trabalho para que o artigo permaneça verificável no futuro.
A ênfase do diagnóstico vai deixar de ser em nomear o transtorno o mais especificamente possível e passar para a identificação das necessidades que alguém com esse transtorno tem, como este transtorno afeta a sua vida e com que intensidade.1

Dicionário de Saúde Mental 5.ª edição ou DSM-5 é um manual diagnóstico e estatístico feito pela Associação Americana de Psiquiatria para definir como é feito o diagnóstico de transtornos mentais. Usado por psicólogos, médicos e terapeutas ocupacionais. A versão atualizada saiu em maio de 2013 e substitui o DSM-IV criado em 2000. Desde o DSM-I criado em 1952, esse manual tem sido uma das bases de diagnósticos de saúde mental mais usados no mundo.2

Novos diagnósticos[editar | editar código-fonte]

Mudanças nessa nova versão3 :

  • Transtorno de acumulação: Persistente dificuldade de se desfazer de bens, independentemente de seu valor e utilidade real;
  • Transtorno da oscilação disruptiva do humor: Mudanças de humor bruscas, frequentes e prejudiciais a diversas áreas da vida;
  • Transtorno da compulsão alimentar periódica: Vontade irresistível e frequente de comer excessivamente;
  • Transtorno de hipersexualidade: Adicção em fazer sexo a ponto de prejudicar significativamente áreas da vida;
  • Transtorno de arrancar pele: Compulsão de arrancar a própria pele até causar ferimentos;
  • Adicção a internet: Usar a internet a ponto de prejudicar seriamente e frequentemente mais de uma área da vida.

Mudanças de nome[editar | editar código-fonte]

Wiki letter w.svg
Por favor, melhore este artigo ou secção, expandindo-o(a). Mais informações podem ser encontradas na página de discussão. Considere também a possibilidade de traduzir o texto das interwikis.

Referências