Daksha

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Searchtool.svg
Esta página ou secção foi marcada para revisão, devido a inconsistências e/ou dados de confiabilidade duvidosa (desde fevereiro de 2008). Se tem algum conhecimento sobre o tema, por favor, verifique e melhore a consistência e o rigor deste artigo. Considere utilizar {{revisão-sobre}} para associar este artigo com um WikiProjeto e colocar uma explicação mais detalhada na discussão.
Ambox rewrite.svg
Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo (desde Fevereiro de 2008).
Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior.

No Hinduísmo, Daksha, "o hábil", é um deus criador ancião, um dos Prajapatis, Rishis e Adityas, e é filho de Aditi e Brahma.

Com sua esposa, Prasuti, ele é o pai treze filhas: Aditi, Diti, Dānu, Kala, Danāyū, Sinhika, Krodha, Pradha, Viswa, Vinata, Kapila, Muni, e Kadru. Muitas delas foram casadas com Soma. Daksha notou que Soma priorizava os favores de Rohini, uma de suas mulheres, e que, por tanto, negligenciava as necessidades das outras, assim faltando com suas obrigações. Por isso, Daksha o amaldiçoou para que morresse, mas suas filhas intervieram e fizeram com que sua morte se tornasse periódica, simbolizada pelas fases da lua.