Dalila Carmo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Dalila Carmo e Sousa)
Ir para: navegação, pesquisa
Dalila Carmo
Nome completo Dalila Carmo e Sousa Amorim
Nascimento 24 de agosto de 1974 (40 anos)
Vila Nova de Gaia
Nacionalidade Portugal portuguesa
Ocupação Actriz
Outros prêmios
Premio Sophia 2013

Melhor actriz Principal

Florbela

Globo De Ouro

Melhor actriz Principal

Florbela (2013)

Página oficial
IMDb: (inglês)


Dalila Carmo e Sousa Amorim, mais conhecida por Dalila Carmo[1] (Vila Nova de Gaia, 24 de agosto de 1974), é uma actriz portuguesa.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Recebeu formação no Actors Studio em Nova Iorque (1996/97) com Marcia Haufrecht, que a dirigiu nas peças Vidas Publicadas, de Donald Margulies, no Teatro da Comuna (2005), A Lição, de Ionesco (1996), e Ludlow Fair, de Lansford Wilson (1997), no The Common Basis Theatre.

Trabalhou na Companhia de Teatro de Almada, sob a direcção de Joaquim Benite, em Moliére de Mikhail Bulgákov (1995) e Filopópulus de Virgílio Martinho (1995). Integrou o elenco de outros espectáculos, como Artnaud Estúdio com Paulo Filipe (ACARTE, 1997); Auto da Índia de Gil Vicente (Ópera Segundo São Mateus, 1994); Let's Make Opera com Paulo Matos (Teatro São Luiz, 1994); A Queima de Judas (Teatro O Bando, 1992).

Assinou em 1999, na Culturgest, a encenação do projecto Entre Tantos na Cadeira de que foi autora.

No cinema, depois de aparecer na curta-metragem de Paulo Castro O Criado Ostrowski (1990) participa em Vale Abraão (1993) de Manoel de Oliveira. Entre telefilmes e várias co-produções internacionais, salienta as participações nas longas-metragens A Comédia de Deus (1995) de João César Monteiro, Tráfico (1998) de João Botelho, O Anjo da Guarda (1999) de Margarida Gil ou Os Meus Espelhos (2005) de Rui Simões.

Foi distinguida com a Menção Especial de Melhor Actriz no Fantasporto, pela participação no filme Anjo da Guarda de Margarida Gil (1999). Trabalhou em telenovelas como Jardins Proibidos, Filha do Mar e Sedução, entre outras.

Vencedora dos Globos de Ouro 2013 como melhor Actriz Principal, na categoria de Cinema com o filme Florbela

Vencedora dos Sophia 2013 como melhor Actriz Principal no filme Florbela, primeiro ano dos prêmios organizados pela Academia Portuguesa de Cinema. 

Cinema[editar | editar código-fonte]

  • As Trapaceiras, de André Badalo (2014)
  • A Mãe do Meu Filho, de Artur Ribeiro (2012)
  • Florbela Espanca, de Vicente do Ó (2012)
  • Quinze Pontos na Alma, de Vicente do Ó (2011)
  • Quero ser uma Estrela, de José Carlos de Oliveira (2010)
  • Historias de Alice, de Oswaldo Caldeira (2009)
  • Memoria Da Agua, de José Martins (2007)
  • Os Meus Espelhos, de Rui Simões (2005)
  • Getting Out, de Aaron Fishman (2002)
  • Cavaleiros De Agua Doce, de Tiago Guedes ( 2001)
  • Anjo Da Guarda, de Margarida Gil (1999)
  • Trafico, de Joao Botelho (1998)
  • Mountains Of Steel, de George Felner (1997)
  • Deriva, de Paul Gant (1997)
  • Casting De Virgens, Operários e Prostitutas, de João Pinto (1996)
  • Do outro lado do Tejo, de João Pinto Nogueira (1996)
  • Attends-moi, de François Luciani (1996)
  • La leyenda de Balthasar el Castrado, de Juan Miñón (1996)
  • The Incubator, de Jeanne Waltz (1995)
  • Amor & Alquimia, de Fernando Fragata (1995)
  • A Comédia De Deus, de Joao Cesar Monteiro (1995)
  • Une Femme Au Soleil, de Véronique Aubouy (1994)
  • Vale Abraão, de Manoel de Oliveira (1993)
  • O Criado Ostrowsky, de Paulo Castro (1990)

Teatro[editar | editar código-fonte]

  • Look Back in Anger, enc. Martim Pedroso (2013)
  • Peines D´Amour Perdues (2007) enc. Emannuel Demarcy-Mota
  • Vidas Publicadas ( 2006) enc. Marcia Haufrecht.
  • Memória da Água (2006) enc. José Martin.
  • Nós Depois Telefonamos (2002) enc. António Pires
  • Os Pés no Arame (2000) enc. Isabel Abreu
  • Artaud Estúdio(1997) enc. Paulo Filipe Monteiro
  • Lição (1996) enc. Marcia Haufrecht
  • Moliére (1993) enc. Joaquim Benite
  • Restos (1994) enc. Joseph Szajna
  • Filopópulus (1994) enc. Joaquim Benite
  • Auto da Índia, de Gil Vicente (1993) enc. Antonio Pires.
  • Let’s Make Opera (Teatro São Luiz, 1993) enc. Paulo Matos
  • Queima de Judas (1991) co-produçao Teatro Art´Imagem e teatro O Bando
  • Estive Quase Morto no Deserto, teatro Art´Imagem (1991/2)

Televisão[editar | editar código-fonte]

  • Protagonista, Rita Macieira em O Beijo do Escorpião, TVI, 2014
  • Elenco secundário, Ana em Os Filhos do Rock, RTP, 2013/2014
  • Protagonista, Alice Borges em Sinais de Vida, RTP, 2012
  • Protagonista, Florbela Espanca em Perdidamente Florbela, RTP, 2012
  • Protagonista, Florbela Espanca em Florbela, 2011
  • Elenco principal, Sofia Almeida  em Sedução, TVI, 2010/2011
  • Protagonista, Ana em Dias Felizes, TVI, 2010
  • Elenco principal, Matilde Albuquerque em Equador, TVI, 2008
  • Elenco principal, Teresa em Casos da Vida, TVI, 2008
  • Co-protagonista, Catarina Alves em A Outra, TVI, 2008
  • Protagonista, Catarina em Memória de Água, TVI, 2007
  • Elenco principal, Bárbara Gomes em Tempo de Viver, TVI, 2006
  • Elenco principal, Júlia Gaspar dos Santos em Ninguém como Tu, TVI, 2005
  • Participação, Vera em Inspector Max (1 episódio, 2004)
  • Elenco Secundário, Madalena Soares em Morangos com Açúcar (2ª temporada), TVI, 2004/2005
  • Elenco principal, Madalena Soares em Morangos com Açúcar (1ª temporada), TVI, 2003/2004
  • Elenco principal, Paula Domingos em A Jóia de África, TVI, 2002
  • Elenco principal, Clara Adulta em Cavaleiros De Água Doce (2001)
  • Protagonista, Marta Barquinho em Filha do Mar, TVI, 2001
  • Elenco principal, São T. da Silva em Jardins Proibidos, TVI, 2000
  • Elenco principal, Rita em Todo o Tempo do Mundo, TVI, 1999
  • Protagonista, Maria Ramos em Diário de Maria (série), RTP 1998
  • Participação na série francesa Baldi, FR2 1997
  • Assistente de Luís Pereira de Sousa no programa Clube da Manhã, RTP Porto 1992

Referências

  1. Certidão de lista de associadas da Audiogest (pdf) IGAC/Ministério da Cultura (2007-07-25). Visitado em 10 de Janeiro de 2014. Cópia arquivada em 24 de Dezembro de 2013.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]