Dama de companhia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa


NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde janeiro de 2014). Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Louise Marie Louise de Sabóia-Carignan, princesa de Lamballe foi dama-de-honra à Rainha Maria Antonieta da França.

Dama de companhia é uma assistente pessoal em um tribunal, real ou feudal, auxiliando uma rainha, uma princesa ou de um alto nobre. Historicamente, na Europa, uma dama de companhia muitas vezes era uma nobre de uma família altamente notável na sociedade, entretanto, era de categoria inferior à mulher na qual fazia companhia. Embora ela poderia ou não ter recebido ressarcimento pelo serviço prestado, foi considerada mais uma companheira do que um servo.

Dama de companhia é muitas vezes um termo genérico para as mulheres cuja relação, título, posto e funções oficiais variadas, embora tais distinções foram muitas vezes definidas pelo honorário. Uma mulher real pode ou não ser livre para escolher suas damas, e mesmo quando tem essa liberdade de suas escolhas têm sido historicamente limitada pelo soberano, seus pais, seu marido ou ministros do soberano.[1]

Lista de damas de companhia famosas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Chisholm, Hugh, ed (1911). "Honourable". Encyclopædia Britannica. 13 (Eleventh ed.) Cambridge University Press. p.664

Ver também[editar | editar código-fonte]