Dan Andersson

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Dan Andersson
Dan Andersson
Nascimento 6 de abril de 1888
Skattlösberg, Suécia
Morte 16 de setembro de 1920
Estocolmo, Suécia
Nacionalidade Suécia sueca
Ocupação Poeta e novelista
Principais trabalhos Kolvaktarens visor
(As cantigas do carvoeiro)

Dan Andersson (Skattlösberg, 1888 - Estocolmo, 1920), foi um poeta sueco.

Trabalhou na extração do carvão e na agricultura, tendo vindo a ser um dos

iniciadores da literatura proletária sueca.

Entre outros, escreveu os livros de poesia As cantigas do carvoeiro (1915) e

Baladas Pretas (1917).

As poesias e canções de Dan Andersson continuam a ser lidas e cantadas na Suécia

dos nossos dias.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre Dan Andersson
Ícone de esboço Este artigo sobre a biografia de um(a) escritor(a), poeta ou poetisa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.