Dan Hibiki

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Dan Hibiki

Dan Hibiki
Nome no Japão Hibiki Dan (火引 弾)
Série de jogos Street Fighter
Primeiro jogo Street Fighter Alpha (1995)
Informações pessoais
Terra natal  Hong Kong
Estilo(s) de luta Karate Saikyō-ryū
Portal Games

Dan Hibiki (火引 弾, Hibiki Dan?), ou simplesmente Dan (em japonês: ダン), é um personagem da série Street Fighter, produzida pela Capcom. O primeiro jogo em que Dan apareceu foi Street Fighter Alpha.

Dan é inicialmente retratado como um lutador arrogante, fofoqueiro e de caráter fraco, em muitos dos jogos dos quais participa. Ele é amplamente considerado como o alívio cômico da série devido às suas ações de batalha, como risos e gritos.

História[editar | editar código-fonte]

O pai de Dan é Gou Hibiki, um grande lutador de Ansatsuken, e aprendiz de Goutetsu, que era o mestre de Gouken e Gouki. Em uma luta feroz, Gou acabou arrancando o olho direito de Sagat, que aproveitou um momento de distração e matou Gou. Dan, então, jurou vingança contra Sagat e se tornou discípulo de um companheiro de seu pai, Gouken, o mesmo lutador que treinou Ryu e Ken. Mas Gouken logo percebeu o ódio no coração de Dan, e decidiu que não iria mais treiná-lo. Dan, então, viajou pelo Japão, sempre entrando em brigas de rua, e após algum tempo, se tornou um lutador de habilidade respeitável, começando a vencer várias lutas. Com essas vitórias, Dan descobriu o prazer de provocar seus adversários.

Em suas andanças pelo mundo, Dan finalmente encontrou Sagat, desafiando-o imediatamente. Por mais que estivesse treinado, Dan não era páreo para o "rei do Muay Thai". Durante a luta contra Dan, Sagat percebeu como a vingança pode levar as pessoas a fazerem coisas terríveis, e perdeu a luta de propósito para que Dan não vivesse cheio de ódio como ele tinha feito até então (Sagat desejava vingança pela humilhante derrota para Ryu no primeiro torneio "Street Fighter"). Dan nunca percebeu que Sagat havia entregado a luta, e por isso, ficou livre do rancor em seu coração.

Depois dos acontecimentos de Street Fighter Alpha 2, Dan acreditava que tinha conseguido sua vingança ao derrotar Sagat, e sua motivação mudou para promover e expandir o seu Saikyō-ryū, estilo de luta que mescla o Ansatsuken de seu pai e as artes de Gouken, ao ponto de oferecer vídeos de exercício e cursos por correspondência. Aparentemente, Dan obteve algum êxito com isso.

Em Street Fighter Alpha 3, ele foi o suposto sensei de Sakura Kasugano, que o seguiu para satisfazer o seu verdadeiro ídolo, Ryu. Também possui amizade com Blanka, por quem foi salvo quando mais jovem, durante uma visita ao Brasil. Diz-se que Dan é o único que consegue entender e traduzir a linguagem ininteligível de Blanka.

Dan sempre gosta de provocar os outros e procura muitas vezes se mostrar superior.

Outras aparições[editar | editar código-fonte]

Nos eventos não-oficiais do Pocket Fighter, a história começa com o próprio Dan tentando expandir sua escola de artes marciais, e escolhendo Sakura como aluna. Após uma reunião, Dan se oferece para treinar Sakura, que aceita depois de ser derrotada por Hibiki. Sakura aprende o estilo Saikyö-ryü, e escolhe esquecer todo o treinamento três dias após dominá-lo, humilhando Dan.

Apesar de ser, entre os principais personagens, o de nível mais baixo, Dan continua a ser um artista marcial acima da média, quando comparado com os típicos combatentes. No primeiro volume do mangá Sakura Ganbaru!, Dan entra numa rua para lutar contra a concorrência, só perdendo para Ken, que mais tarde passou a ganhar a toda a concorrência.

Jogabilidade[editar | editar código-fonte]

Dan tem sua jogabilidade similar a de Ryu e Ken, utilizando muito o contato físico e combos estilo Gouken.

Técnicas[editar | editar código-fonte]

Durante o seu treinamento, Dan desenvolveu uma variação da Ansatsuken, chamada Saikyö-ryü, que combina elementos do Muay Thai. Então, vendo os movimentos de Ryu e Ken, Dan cria as técnicas Gadouken (um Hadouken mais fraco), Koryuuken (uma espécie de Shoryuken precedida por uma seqüência de golpes) e Dankuhkyaku (um Tatsumaki Senpuu Kyaku com uma seqüencia de chutes).

No jogo Marvel Super Heroes vs. Street Fighter, o combo de golpes de Dan é apresentado como Hishö Burai-ken.

Concepção e criação (Dan, a paródia)[editar | editar código-fonte]

Pouco depois do lançamento de Street Fighter II, a companhia de video games SNK lançou seu próprio jogo de luta, Art of Fighting, cujos protagonistas Ryo Sakazaki e Robert Garcia lembravam em muito os personagens Ryu e Ken, tanto no estilo de luta quanto na biografia. Então a Capcom, ao fazer Street Fighter Zero, incluiu Dan como um personagem secreto, sendo que seus golpes lembravam em muito aqueles dos personagens de Art of Fighting, como seu projétil (Gadouken), que ele lança com uma mão só, como o Kooh-ken/Ryugeki-ken de Ryo, Robert e Yuri.

A primeira referência clara de que é uma paródia a Ryo e Robert é sua aparição como mid-boss em Street Fighter Zero 2 para o lutador Ken. Antes da luta se iniciar contra um mid-boss, há uma troca de diálogos entre os personagens, e Ken o indaga: "Who are you? Do you know the ART OF FIGHTING?" ("Quem é você? Você conhece a ARTE DE LUTAR?").

Ainda no Street Fighter Zero/Alpha 2, ao ganhar com um Custom Combo, cada personagem ganha um ícone diferente de vitória. O ícone do Dan ao ganhar com um Custom Combo é a máscara do Mr. Karatê.

No final de Dan em Marvel Super Heroes vs. Street Fighter, a irmã de Dan (que se parece muito com Yuri) o impede de matar Akuma, gritando: "Você não sabe quem ele é? Ele é nosso...". Essa cena é na verdade uma paródia do final de Art of Fighting, em que Ryo está prestes a matar Mr. Karatê, mas Yuri o impede, contando que aquele homem é na verdade o pai deles. Conste que o pai de Dan também acabou morto em batalha.

Uma das frases de vitória de Dan em Street Fighter Zero 3 é "I hate the ART OF FIGHTING, but I want to be THE KING OF FIGHTERS!" ("Eu odeio a ARTE DE LUTAR, mas eu quero ser o REI DOS LUTADORES!". É uma referência aos jogos da SNK, Art of Fighting e King of Fighters.

No jogo Pocket Fighter, Dan tem um golpe em que ele usa o fantasma de seu pai, Gou Hibiki, para atacar o adversário; é então visivel que Gou usa uma máscara idêntica àquela do Mr. Karatê.

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

  • Em Street Fighter Zero, Dan foi o único personagem a possuir provocações ilimitadas. Além de provocar pulando, em pé e abaixado e ter um especial de provocações (um golpe de piada inofensivo).
  • Apesar de ser uma sátira, Dan também recebeu treinamento de Takuma Sakazaki pelo fato dele ter sido o melhor amigo de seu pai, prova disso é seu GadouShokoohken em SvC Chaos[carece de fontes?].
  • Após vencer a luta contra Sagat em Street Fighter Zero 2 ele resolve criar seu próprio estilo de luta. Em Street Fighter Zero 3 ele adota Sakura e Blanka como seus discípulos, apesar deles aparentemente não perceberem isso.