Dance-punk

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Dance-punk
Origens estilísticas Dance music
Disco music
Indie rock
Música eletrônica
No wave
Pós-punk
Punk rock
Punk blues
Punk jazz
Funk rock
Contexto cultural Final dos anos 70 em Londres, Nova York e Manchester
Instrumentos típicos Baixo - Bateria - Bateria eletrônica - Percussão - Sintetizadores
Popularidade Final dos anos 90.
Aumentou no início dos anos 2000.
Alta popularidade mainstream no final dos anos 2000.
Subgêneros
New rave
Formas regionais
Nova York - Manchester - Glasgow - Londres - Los Angeles
Outros tópicos
Lista de bandas de dance-punk

Dance-punk (também conhecido como dance-rock, disco-punk ou punk funk) é um gênero musical que abrange qualquer mistura de Rock com Dance Music eletrônica.[1]

História[editar | editar código-fonte]

Início[editar | editar código-fonte]

O dance-rock começou de verdade entre os anos 1981 e 1983, quando o New Order fez a as primeiras músicas do estilo, misturando pós-punk com experimentalismo eletrônico dançante. A partir daí, muitas outras grandes bandas dos anos 80, como Depeche Mode, Eurythmics, Killing Joke, The Cure, INXS, Siouxsie and the Banshees e Primal Scream, também lançaram músicas de dance-rock.

A cena Madchester, capitaneada pelos Stone Roses e Happy Mondays, teve forte fluência do dance-rock.

O dance-rock no século XXI[editar | editar código-fonte]

Entre o final do século XX e início do século XXI surgiram várias bandas de dance-punk, destaque para LCD Soundsystem, Gorillaz, Clinic, Death From Above 1979, Scissor Sisters, Liars, The Rapture e Radio 4.

O novo Indie Rock surgido por volta de 2004/2005 (em bandas como The Killers), em grande parte tem muita influência do dance-rock.

Em 2007, a cantora pop Hilary Duff lançou seu terceiro disco, Dignity, com forte presença de dance-rock. No mesmo ano surgiu um movimento de dance-rock chamado new rave, que conta com bandas como Klaxons e Cansei de Ser Sexy.

Referências

  1. Rip It Up and Start Again: Post Punk 1978-1984.Simon Reynolds.Faber and Faber Ltd, abril de 2005, ISBN 0-571-21569-6 (U.S. Edition: Penguin, fevereiro de 2006, ISBN 0-14-303672-6)
Ícone de esboço Este artigo sobre música é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.