Daniel Barry

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Daniel Barry

Daniel Barry
Astronauta da NASA
Nacionalidade Estados Unidos norte-americano
Nascimento 30 de Dezembro de 1953 (60 anos)
Norwalk, EUA
Missões STS-72, STS-96, STS-105
Insígnia
da missão
Sts-72-patch.pngSts-96-patch.pngSts-105-patch.png

Daniel Thomas Barry (Norwalk, 30 de dezembro de 1953) é um ex-astronauta e cientista norte-americano.

Entre 1975 e 1980, ele se formou, fez mestrado e doutorado em engenharia elétrica, nas Universidades de Cornell e Princeton e em 1982 recebeu doutorado em Medicina da Universidade de Miami. Nos anos 80, lecionou e fez pesquisas em medicina em diversos laboratórios e universidades dos Estados Unidos.

Em 1992, Barry foi selecionado pela NASA e fez treinamento de um ano para o corpo de astronautas no Centro Espacial Lyndon Johnson, em Houston, se qualificando como especialista de missão para vôos do ônibus espacial.

Sua primeira missão no espaço foi em janeiro de 1996, na STS-72 Endeavour, onde ele fez seis horas de atividades extra-veiculares em preparação para as futuras missões de construção da ISS e foi, junto com o japonês Koichi Wakata, o primeiro homem a jogar Go no espaço.

Em 27 de maio de 1999, Barry voltou ao espaço na STS-96 Discovery, a primeira missão norte-americana a se acoplar com a Estação Espacial Internacional, e onde ele acumulou mais sete horas fora da nave.

Sua terceira e última missão foi na STS-105, em agosto de 2001, que levou a Expedição 3 até a estação orbital, instalou o módulo italiano Leonardo na estrutura e Barry acumulou mais onze horas em AEV.

Em sua carreira como astronauta, acumulou um total de 734 horas no espaço e 25 horas fora da nave.

Em 2006, Barry participou do programa Survivor, na CBS TV.[1]

Em 2010 participou do Programa do Jô, na Rede Globo

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]