Daniel Bell

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Daniel Bell
Sociologia
Dados gerais
Nascimento 10 de maio de 1919
Local Nova Iorque, Estados Unidos
Morte 25 de janeiro de 2011 (91 anos)
Local Cambridge, Estados Unidos
Atividade
Campo(s) Sociologia
Instituições Universidade de Chicago, Universidade Columbia, Universidade Harvard
Alma mater City College of New York, Universidade Columbia
Conhecido(a) por Sociedade pós-industrial

Daniel Bell (Nova Iorque, 10 de maio de 1919 - 25 de janeiro de 2011) foi um sociólogo estadunidense, professor emérito da Universidade Harvard. É diretor da Fundação Suntory e pesquisador residente da American Academy of Arts and Sciences.[1]

Graduou-se em sociologia em 1939 na City College of New York. Começou sua carreira como jornalista tornando-se editor de The New Leader (1941-1945), Fortune (1948-1958) e co-fundador do The Public Interest Magazine (1965).

Em 1960, a Universidade Columbia concedeu-lhe o título de PhD. Lecionou nesta universidade durante 1959 até 1969 e depois na Universidade de Harvard.

Foi um pensador muito influente durante as décadas de 1960 e 70 principalmente com obras sobre o pós-industrialismo e a tese do fim das ideologias. Sua obra até hoje representa um marco nas discussões em economia, sociologia e economia política.

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.