Daniel Brandt

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Daniel Leslie Brandt é um ativista estadunidense [1] [2] [3] na World Wide Web, particularmente em relação ao Google Inc. e ao projecto da enciclopédia Wikipedia. Ele também é conhecido por décadas de trabalho indexando documentos sobre questões ligadas a pessoas influentes e informação. Atualmente, o ativismo de Brandt está centrado em exigências de responsabilidade por parte de organizações que ele acredita estarem agindo de forma irresponsável ou desnecessariamente sigilosa.[4]

Em 1989, Brandt e Steve Badrich co-fundaram uma organização sem fins lucrativos denominada Public Information Research (PIR). Brandt lançou o Google Watch em 2002, um website onde ele expõe suas críticas sobre o motor de busca do Google, e a Wikipedia Watch em 2005, um sítio similar onde detalha sua opinião de que a Wikipedia carece de responsabilidade e exatidão.

Referências

  1. Jesdanun, Anick (28 de Dezembro de 2005) NSA Web Site Puts 'Cookies' on Computers. Associated Press
  2. Goldenberg, Suzanne (30 de Dezembro de 2005) US intelligence service bugged website visitors despite ban. The Guardian
  3. Ali Velshi, (29 de Dezembro de 2005). "New Information About NSA Domestic Spying Program Emerges", The Situation Room, CNN
  4. Thatcher, Gary (31 de Julho de 1989). Cloak-and-Dagger Database: Software Sniffs Out Secret Agents. The Christian Science Monitor, p. 8.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]