Daniel Goldston

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Daniel Goldston
Matemática
Nacionalidade Estados Unidos Estadunidense
Nascimento 4 de janeiro de 1954 (60 anos)
Local Oakland, Califórnia
Atividade
Campo(s) Matemática
Instituições Universidade Estadual de San José
Alma mater Universidade da Califórnia em Berkeley
Tese 1981: large differences between consecutive prime numbers
Orientador(es) Russell Sherman Lehman[1]
Prêmio(s) Prêmio Cole (2014)
Notas Página pessoal (em inglês)

Daniel Alan Goldston (Oakland, Califórnia, 4 de janeiro de 1954) é um matemático estadunidense. Especialista em teoria dos números, é atualmente Professor de Matemática da Universidade Estadual de San José.

Goldston é mais conhecido pelo resultado a seguir, que ele obteve em trabalho colaborativo com János Pintz e Cem Yıldırım, provado em 2005:[2]

\liminf_{n\to\infty}\frac{p_{n+1}-p_n}{\log p_n}=0

onde p_n\ denota o n-ésimo número primo. Em outras palavras, para todo c>0\ , existem infinitos pares de primos consecutivos p_n\ e p_{n+1}\ que estão mais próximos a outro que a distância média entre primos consecutivos por um fator de c\ , i.e., p_{n+1}-p_n<c\log p_n\ .

Este resultado foi originalmente reportado em 2003 por Dan Goldston e Cem Yıldırım, mas foi depois rejeitado.[3] [4] Entaõ Janos Pintz associou-se aos dois, e assim o trio completou a prova em 2005.

Referências

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) matemático(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.