Daniel Pedrosa

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Daniel Pedrosa
Dani Pedrosa.jpg
Dani Pedrosa
Apelido(s) Titanium, Dani P, Torero Camomillo, Brilliano
Nacionalidade Espanha Espanhol
Data de Nascimento 29 de Setembro de 1985 (28 anos)
Natural de Sabadell, Espanha
Website DaniPedrosa.com
Registros no MotoGP
Equipe Atual Repsol Honda Team
Moto # 2
Títulos 3 (2003, 2004, 2005)
Largadas 113
Vitórias 27
Pódios 57
Pole positions 27
Voltas Rápidas 27
Pontos 1649
Posição no campeonato de 2007 2º (242 pts)

Daniel "Dani" Pedrosa Ramal (Sabadell, 29 de Setembro de 1985), é um piloto de motociclismo que disputa o mundial de MotoGP. Pedrosa cresceu em uma vila próxima a Sabadell chamada Castellar del Vallès. Ele é o mais novo dos campeões mundiais das 125cc e 250cc.[1] Pedrosa mede 1,58 m (5 ft, 2in) e pesa 51 kg (112.4 lbs).[1]

Carreira[editar | editar código-fonte]

O Começo[editar | editar código-fonte]

O catalão Dani Pedrosa começou a correr de motocicleta com 4 anos, quando ganhou sua primeira moto, uma Italjet 50, que tinha rodinhas laterais. Sua primeira moto de corridas foi uma miniatura réplica da Kawasaki, que ganhou com 6 anos e que usava para correr com os amigos. Pedrosa descobriu o real mundo das corridas aos 11 anos, quando entrou no Campeonato Espanhol de Minibikes e terminou sua temporada de estréia em 2º colocado, conquistando seu primeiro pódio na segunda corrida da temporada. No ano seguinte, Pedrosa entrou na mesma categoria, mas problemas de saúde impediram-no de melhorar seu resultado e ele terminou a temporada em 3º colocado.

125cc[editar | editar código-fonte]

Em 2001, Pedrosa fez sua estréia no campeonato mundial da categoria 125cc após ser selecionado na Copa Movistar Activa, uma série desenvolvida para promover novos talentos das corridas, na Espanha, em 1999. Com o padrinho e mentor Albert Puig, Pedrosa alcançou dois pódios na sua primeira temporada e venceu sua primeira corrida no ano seguinte, quando terminou em 3º no campeonato. Em 2003, ele ganhou cinco corridas e venceu o campeonato com duas corridas de vantagem no final, marcando 223 pontos. Em sua primeira temporada vitoriosa, Pedrosa marcou cinco vitórias e seis pódios. Uma semana após vencer o campeonato, Pedrosa, então com 18 anos, quebrou os dois tornozelos num acidente nos treinos para a pista de Phllip Island na Austrália, terminando ali sua temporada.

250cc[editar | editar código-fonte]

Após vencer o campeonato de 125cc, Pedrosa foi para a categoria das 250cc em 2004 sem testes apropriados na sua nova moto porquê seus tornozelos ainda estavam em recuperação após o acidente da temporada passada. Indo para a temporada despreparado, Pedrosa venceu sua primeira corrida na África do Sul começando a luta pelo título de campeão, e também pelo título de estreante do ano. Em sua primeira temporada nas 250cc, Pedrosa se sagrou campeão mundial alcançando 7 vitórias e 13 pódios. Ele decidiu ficar por mais um ano na categoria, e venceu outro campeonato, novamente a duas corridas do final da temporada. Em 2005, Pedrosa venceu 8 corridas e alcançou 11 pódios, apesar de uma lesão no ombro que ele conseguiu nos treinos do GP do Japão.

MotoGP[editar | editar código-fonte]

Pedrosa foi para as motos de 990cc em 2006, e continua correndo pela Honda. Alguns críticos dizem que Pedrosa não é grande ou forte o suficiente para ter sucesso correndo pelo MotoGP. Ele terminou em 2º na abertura do campeonato em Jerez, em 26 de Março de 2006. Em sua quarta aparição no MotoGP, em 14 de Maio de 2006, durante o final de semana do Grande Prêmio da China, em Shangai, ele venceu sua primeira corrida do MotoGP.

Ele venceu sua segunda corrida do MotoGP em Donington Park e tornou-se um forte candidato para o título de campeão. Foi uma vitória memorável de Dani, que dividiu o pódio pela primeira vez com Valentino Rossi em 2º lugar. Ele também obteve 2 pole positions na primeira metade da temporada.

Até o GP da Malásia em Sepang, Pedrosa era o 2º no campeonato somente atrás de seu companheiro de equipe mais experiente, Nicky Hayden. Entretanto, ele caiu feio durante os treinos livres e sofreu lesões graves no joelho; isto deixou-o praticamente imobilizado no momento. Pedrosa ainda acabou qualificando-se em 5º para a largada graças ao cancelamento dos treinos de qualificação por causa de uma chuva forte que atingiu o circuito. Ainda assim, ele miraculosamente conseguiu terminar a corrida em terceiro, somente atrás de Rossi e do piloto da Ducati, Loris Capirossi. Apesar de todo o esforço, nas próximas corridas ele caiu e acabou com sua moto, o que deixou-o em uma amarga 5ª posição no campeonato.

Sua pobre performance continuou até Estoril. Após um começo promissor, ficou momentaneamente em 2º antes de ser ultrapassado por Colin Edwards e pelo seu companheiro de equipe e líder do campeonato, Nicky Hayden. Na 5ª volta, ele e Hayden envolveram-se em um acidente. Pedrosa escorregou e bateu fora da pista, tirando Hayden da prova. Esse acidente acabou com suas poucas chances de vencer o campeonato e também causou a perda da liderança de seu companheiro, que viu Rossi chegar em segundo e assumir a ponta do mundial.

Duas semanas depois, Hayden conseguiu se recuperar e vencer o campeonato enquanto Pedrosa gerenciou e terminou em 4º lugar. Este resultado deu-lhe o 5º lugar no mundial geral de pilotos em sua temporada de estréia e ganhando o título de "Estreante do Ano" na categoria MotoGP, batendo outro estreante e seu antigo rival nas 250cc, Casey Stoner.

Pedrosa continua correndo com a Honda em 2007, em sua RC212V, a nova moto de 800cc da temporada.

Estatísticas da Carreira[2] [editar | editar código-fonte]

Por Temporada[editar | editar código-fonte]

Temporada Categoria Moto Corridas Vitórias Pódios Poles Voltas Ráp. Pts. Campeonato Mundial
2001 125cc Honda RS125R 16 0 2 0 0 100 -
2002 125cc Honda RS125R 16 3 9 6 2 243 -
2003 125cc Honda RS125R 14 5 6 3 3 223 1
2004 250cc Honda RS250RW 16 7 13 4 8 317 1
2005 250cc Honda RS250RW 16 8 11 5 7 309 1
2006 MotoGP Honda RC211V 17 2 8 4 4 215 -
2007 MotoGP Honda RC212V 17 1 7 4 2 242 -
Total 113 27 57 27 27 1649 3

Por Categoria[editar | editar código-fonte]

Categoria Temporada 1º GP. 1º Pód. 1ª Vit. Corridas Vitórias Pódios Poles Voltas Ráp. Pts. Mundial
125 cc 2001-2003 2001 no Japão 2001 em Valência 2002 na Holanda 46 8 17 9 5 566 1
250 cc 2004-2005 2004 na África do Sul 2004 na África do Sul 2004 na África do Sul 32 15 24 9 15 626 2
MotoGP 2006-2007 2006 na Espanha 2006 na Espanha 2006 na China 35 4 16 9 7 457 0
Total 2001-2007 113 28 57 27 27 1649 3

Corridas por Ano[editar | editar código-fonte]

Ano Cat. Moto 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18
2001 125cc Honda JPN
18
SAF
13
SPA
10
FRA
17
ITA
23
CAT
7
NED
Aband.
GBR
12
GER
11
CZE
8
POR
5
VAL
3
PAC
3
AUS
7
MAL
4
BRA
Aband.
   
2002 125cc Honda JPN
8
SAF
3
SPA
4
FRA
3
ITA
4
CAT
2
NED
1
GBR
2
GER
7
CZE
2
POR
10
BRA
Aband.
PAC
1
MAL
3
AUS
5
VAL
1
   
2003 125cc Honda JPN
8
SAF
1
SPA
4
FRA
1
ITA
2
CAT
1
NED
8
GBR
Aband.
GER
4
CZE
1
POR
4
BRA
4
PAC
6
MAL
1
AUS VAL    
2004 250cc Honda SAF
1
SPA
Aband.
FRA
1
ITA
2
CAT
2
NED
2
BRA
2
GER
1
GBR
1
CZE
3
POR
4
JPN
1
QAT
2
MAL
1
AUS
4
VAL
1
   
2005 250cc Honda SPA
1
POR
4
CHN
6
FRA
1
ITA
1
CAT
1
NED
2
GBR
4
GER
1
CZE
1
JPN
2
MAL
Aband.
QAT
4
AUS
1
TUR
2
VAL
1
 
2006 MotoGP Honda SPA
2
QAT
6
TUR
14
CHN
1
FRA
3
ITA
4
CAT
Aband.
NED
3
GBR
1
GER
4
USA
2
CZE
3
MAL
3
AUS
15
JPN
7
POR
Aband.
VAL
4
 
2007 MotoGP Honda QAT
3
SPA
2
SPA
Aband.
CHN
4
FRA
4
ITA
2
CAT
3
GBR
8
NED
4
GER
1
USA
5
CZE
4
SMR
Aband.
POR
2
JPN
Aband.
AUS
4
MAL
3
VAL
1

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Daniel Pedrosa
Precedido por
Manuel Poggiali
Campeão Mundial de Motociclismo das 250cc
2004-2005
Sucedido por
Jorge Lorenzo
Precedido por
Arnaud Vincent
Campeão Mundial de Motociclismo das 125cc
2003
Sucedido por
Andrea Dovizioso