Danny Dichio

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Text document with red question mark.svg
Este artigo ou secção contém uma ou mais fontes no fim do texto, mas nenhuma é citada no corpo do artigo, o que compromete a confiabilidade das informações. (desde dezembro de 2009)
Por favor, melhore este artigo introduzindo notas de rodapé citando as fontes, inserindo-as no corpo do texto quando necessário.
Wikitext.svg
Este artigo ou seção precisa ser wikificado (desde julho de 2014).
Por favor ajude a formatar este artigo de acordo com as diretrizes estabelecidas no livro de estilo.
Danny Dichio.

Daniele Salvatore Dichio (Hammersmith, Londres, Inglaterra, 19 de outubro de 1974), mais conhecido como Danny Dichio, é um ex-futebolista da Inglaterra e atual técnico.

Biografia[editar | editar código-fonte]

De ascendência italiana, iniciou sua carreira profissional na tradicional equipe inglesa Queens Park Rangers em 1993 e ficou lá até 1997. Em 1994 atuou por empréstimo no Barnet FC. Quando seu contrato com o QPR terminou, foi negociado com a equipe italiana da Sampdoria onde ficou até 1998. Nesse meio tempo atuou também pelo Lecce e voltou para a Inglaterra para jogar no Sunderland. Em 2001, foi emprestado ao West Bromwich Albion onde fez sucesso ajudando essa equipe a conquistar o vice-campeonato da 2ª divisão na temporada 2001-2002. Foi o artilheiro da competição (embora com apenas cinco gols). Ficou nessa equipe até 2004 jogando também pelas equipes do Derby County e do Millwall. Nessa equipe chegou ao seu ponto mais alto levando o time à disputa da final da Copa da Inglaterra, contra o Manchester United, mas não pode disputar essa partida por estar suspenso. Em 2005, transfere-se para o Preston North End onde fica até 2007 quando é contratado pela recém-fundada equipe canadense Toronto FC para disputar a Major League Soccer (MLS), a liga estadunidense de futebol. No Toronto FC virou ídolo da torcida ao marcar o primeiro gol da história da equipe na vitória de 3x1 sobre o Chicago Fire. No último jogo da temporada, em um chute de fora da grande área, fez um gol espetacular contra o New England Revolution (empate em 2x2), o que fez aumentar o número de seus fãs. Foi o artilheiro do time com seis gols. Em 2008, marcou mais cinco gols e ajudou sua equipe em seus primeiros resultados de destaque: dois vice-campeonatos no Campeonato Canadense e na Trillium Cup. Atualmente é o mais popular jogador da equipe do Canadá. Em 2009, obteve seu primeiro título com o Toronto FC, o Campeonato Canadense e ainda foi vicecampeão da Trillum Cup. Retirou-se ainda em 2009 e atualmente é técnico das divisões de base do Toronto FC.

Seleção da Inglaterra[editar | editar código-fonte]

Na Seleção da Inglaterra, jogou uma única partida, na equipe Sub-21, em 1994.

Equipes[editar | editar código-fonte]

Títulos[editar | editar código-fonte]

Canadá Toronto FC

Campanhas de destaque[editar | editar código-fonte]

Reino Unido Millwall

Reino Unido West Bromwich Albion

Canadá Toronto FC

Artilharia[editar | editar código-fonte]

Reino Unido West Bromwich Albion

Gols marcados[editar | editar código-fonte]

Total: 88 gols

Notas[editar | editar código-fonte]

  • Os torcedores e adeptos do Toronto FC instituíram uma tradição: em todos as partidas, sempre que são decorridos 24 minutos de jogo, no primeiro tempo, é cantado em coro o nome de Danny Dichio, em uma singela homenagem dos fãs ao autor do primeiro gol da história da equipe.
  • Uma coincidência: Dichio e seu compatriota David Beckham jogaram, embora em épocas diferentes, na mesma equipe: o Preston North End.
  • A Sampdoria foi a única equipe pel qual Dichio não marcou gols.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um futebolista é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.