Daraa (cidade)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou se(c)ção não cita fontes fiáveis e independentes (desde dezembro de 2013). Por favor, adicione referências e insira-as no texto ou no rodapé, conforme o livro de estilo. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.

Daraa (em árabe: درعا), também grafada Deraa, Dara ou Dara`â ("fortaleza"), é uma cidade no sudoeste da Síria, próxima das fronteiras com a Jordânia, o Líbano e Israel. Está localizada a cerca de 100 km de Damasco e é a capital da província de Daraa. Tem uma população de 76 419 habitantes (2009).

É considerada uma das cidades mais antigas da Síria, referida em hieróglifos do tempo de Tutmés III e no Antigo Testamento. Na cidade e arredores existem algumas importantes ruínas romanas bem como monumentos das eras omíada e aiúbida. Foi centro comercial e de passagem de caravanas da região histórica de Houran.

No virar do século XIX para o século XX tornou-se numa importante estação ferroviária do caminho de ferro Damasco-Amã-Meca. Foi em Daraa que terá ocorrido o controverso episódio descrito por T. E. Lawrence em Os Sete Pilares da Sabedoria. Em 1918 foi ocupada pelas tropas britânicas e depois cedida a França. Actualmente é ponto de paragem habitual de viajantes na autoestrada Damasco-Amã.

Durante a guerra Civil Síria, foi palco de uma das primeiras grandes batalhas da guerra.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre Geografia da Síria é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.