Dark Command

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Comando Negro
Dark Command
 Estados Unidos
1940 • p&b • 94 min 
Direção Raoul Walsh
Produção Sol C. Siegel
Elenco Claire Trevor
John Wayne
Walter Pidgeon
Roy Rogers
George Hayes
Gênero faroeste
Idioma inglês
Distribuição Republic Pictures
Página no IMDb (em inglês)

Comando Negro (Dark Command, no original em inglês) é um filme norte-americano de 1940, do gênero faroeste, dirigido por Raoul Walsh e estrelado por Claire Trevor e John Wayne.

A produção[editar | editar código-fonte]

Orçado em setecentos e cinquenta mil dólares, Dark Command foi o mais caro e o mais bem sucedido filme da Republic Pictures em seus anos iniciais.[1] [2] Além disso, é um dos melhores filmes de ação da história do estúdio, ao lado de Rio Grande, de John Ford.[3]

A cena mais famosa foi dirigida por Joseph Kane e mostra quatro cavaleiros saltando de um penhasco em direção a um lago. Wayne e George 'Gabby' Hayes foram dublados por Yakima Canutt e Cliff Lyons. Tentativas posteriores de repetir o feito, perpetradas por diretores e dublês menos habilidosos, levaram à formação da Society for the Prevention of Cruelty to Animals (Sociedade para a Prevenção de Crueldades contra Animais).[2]

Esta foi a segunda e última vez que John Wayne e o diretor Raoul Walsh trabalharam juntos. Em 1930, Walsh dera a Wayne o papel principal de The Big Trail, sua primeira oportunidade de estrelar uma película. The Big Trail, porém, fracassou nas bilheterias e o ator viu-se novamente relegado a produções B pelos anos seguintes.

O filme marca, também, o único encontro nas telas de John Wayne e Roy Rogers, o "Rei dos Cowboys". Segundo Bruce Eder, Rogers teria conseguido a melhor atuação de sua carreira, no papel de um jovem mimado e teimoso, que descobre que a vida é muito mais do que aparenta.[3]

Dark Command é baseado no romance The Dark Command: A Kansas Iliad (1938), de W. R. Burnett, que conta as proezas do renegado William Clarke Quantrill durante a Guerra Civil Americana. O filme recebeu duas indicações ao Oscar.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

No Kansas de 1859, em virtude da questão escravatura/abolicionismo, o professor William Clarke Quantrill torna-se um líder guerrilheiro. Depois que ele põe fogo na cidade de Lawrence, o xerife Bob Seton sai em sua perseguição.[1]

Principais premiações[editar | editar código-fonte]

Prêmio Categoria Situação
Oscar Melhor Trilha Sonora
Melhor Direção de Arte
Indicado
Indicado

Elenco[editar | editar código-fonte]

Ator/Atriz Personagem
Claire Trevor Mary McCloud
John Wayne Xerife Bob Seton
Walter Pidgeon William Cantrell
Roy Rogers Fletch McCloud
George 'Gabby' Hayes Doc Grunch
Porter Hall Angus McCloud
Marjorie Main Senhora Cantrell
Raymond Walburn Juiz Buckner
Joseph Sawyer Bushropp
Helen MacKellar Senhora Hale
J. Farrell MacDonald Dave
Trevor Bardette Senhor Hale
Edmund Cobb Jurado nº 3 (não-creditado)
Tom London Mensageiro (não-creditado)
Yakima Canutt Homem no balcão (não-creditado)
Hal Taliaferro Homem no Banco (não-creditado)

Referências

  1. a b MARTIN, Len D., The Republic Pictures Checklist, primeira reimpressão, Jefferson: McFarland & Company, 2006 (em inglês)
  2. a b HARDY, Phil, The Encyclopedia of Western Movies, Londres: Octopus Books, 1985 (em inglês)
  3. a b EDER, Bruce. Dark Command. Rovi. Página visitada em 01 de maio de 2013.

Referências bibliográficas[editar | editar código-fonte]

  • John Wayne, in CINEMIN 03, Rio de Janeiro: EBAL, 1984, periodicidade variável
  • MALTIN, Leonard, Classic Movie Guide, segunda edição, Nova Iorque: Plume, 2010 (em inglês)
  • SILVA, Divino Rodrigues da, Edição Especial Dedicada a John Wayne, in MATINÊ 17, Ribeirão Preto: Divino Rodrigues da Silva, 1997, periodicidade variável

Ligações externas[editar | editar código-fonte]