Darlington Football Club 1883

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Darlington
Nome Darlington Football Club 1883
Alcunhas The Quakers
Fundação 1883
Estádio Balfour Webnet Darlington Arena
Capacidade 25.294
Presidente Inglaterra George Houghton
Treinador Inglaterra Dave Penney
Competição League Two
Website Site oficial
Kit left arm black hoops.png Kit body whitehoops.png Kit right arm black hoops.png
Kit shorts.png
Kit socks.png
Uniforme
titular
Kit left arm.png Kit body.png Kit right arm.png
Kit shorts.png
Kit socks.png
Uniforme
alternativo
editar

O Darlington Football Club é um clube de futebol inglês, sediado na cidade de Darlington. Atualmente joga na Quarta Divisão Inglesa. O apelido do clube é The Quakers, em referência aos movimentos religiosos que sempre tiveram grande influência histórica na cidade.

O clube joga no Balfour Webnet Darlington Arena, um estádio com capacidade para vinte e cinco mil pessoas que foi inaugurado em 2003.

George Reynolds, ex-presidente do clube, construiu o maior e mais impressionante estádio do campeonato e o maior na Quarta Divisão - ele tinha a intenção de levar o Darlington à Primeira Divisão. Mas ele não tinha dinheiro suficiente para investir em jogadores para atingir a Terceira Divisão. Depois da renúncia como presidente, Reynolds foi preso e acusado de crimes relativos a irregularidades em suas finanças pessoais, depois ficou preso por mais de um ano.

Darlington foi rebaixado para a Conferência em 1989. Um pouco antes do rebaixamento, Brian Little havia sido contratado como novo treinador. Ele os levou de volta à Quarta Divisão depois de ser campeão da Conferência na primeira temporada, e já no ano seguinte eles venceram a Quarta Divisão. Pouco depois Little foi para o Leicester City e a "mágica" do Darlington na Terceira Divisão durou apenas uma temporada.

Seus rivais locais são Hartlepool United, Carlisle United e York City.

História[editar | editar código-fonte]

O Darlington Football Club foi fundado na Darlington Grammar School em 1883. Em 1889 se afiliou à nova Northern League, que venceu em 1896 e 1900. O clube se profissionalizou em 1908 e se afiliou à North Eastern League.

Em 1920, foram vice-campeões da North Eastern League e no ano seguinte foram campeões. Este foi um golpe de sorte, já que o título coincidiu com a criação da Third Division, que foi eleito para o Darlington. A primeira temporada na Third Division foi um sucesso e eles acabaram sendo vice-campeões. Em 1925, o Darlington foi campeão da Third Division e foram promovidos para a Division Two, mas apenas duas temporadas depois acabaram sendo rebaixados de volta à Third Division.

Em 1958 eles conseguiram sua melhor participação na FA Cup, chegando às oitavas-de-final. Mas isso não impediu, que com a reorganização da Liga extinguindo as seções Sul e Norte da Third Division, que o Darlington fosse colocado na Quarta Divisão. Em 1966, eles conseguiram a promoção para a Terceira Divisão, mas acabaram rebaixados já na temporada seguinte. Em 1982, o clube enfrentou uma grave crise financeira, mas sobreviveu graças aos esforços dos torcedores da cidade. Três anos depois o clube conseguiu a promoção para a Terceira Divisão após terminar no terceiro lugar, sob o comando de Cyril Knowles. O Darlington passou duas temporadas na Terceira Divisão e terminaram em décimo terceiro em 1986, melhor colocação do clube desde que o sistema de quatro divisões foi adotado em 1958, mas foram rebaixados já na temporada seguinte.

Em 1989, a equipe foi rebaixada para a Conferência. Mas eles ficaram apenas uma temporada, já que venceram a GM Vauxhall Conference e retornaram à Quarta Divisão, sob o comando de Brian Little, que tinha sido contratado em janeiro de 1989. Uma seguna promoção consecutiva ocorreu em 1991, dessa vez para a Terceira Divisão como campeões da Quarta Divisão, mas Little foi logo depois para o Leicester City, e foi sucedido por Frank Gray. O Darlington acabou rebaixado de volta à Quarta Divisão, e isso culminou na demissão de Frank Gray.

Desde então, eles chegaram aos Playoffs final duas vezes. A primeira visita à Wembley foi em 1996, contra o Plymouth Argyle, porém eles foram vencidos com um gol de Ronnie Mauge. Voltaram à Wembley em 2000 para enfrentar o Peterbourgh United. Depois de passar pelos playoffs com facilidade, a promoção parecia certeza. Depois de um confortável resultado agregado contra o Hartlepool United por 3 a 0 na semifinal, os Quakers chegaram em estado de grande confiança, porém eles desperdiçaram muitas chances de gol e acabaram derrotados novamente por causa de um gol, dessa vez de Andy Clarke.

A temporada 1999/2000 foi notável para o Darlington. Essa foi a primeira temporada sob o comando do ambicioso novo presidente George Reynolds, e também, eles se tornaram o primeiro time a se classificar mesmo com uma derrota na FA Cup. O Manchester United disputaria o Mundial de Clubes da FIFA, ou seja, sobraria uma vaga. Para decidir quem iria ficar com a vaga foi feito um sorteio entre os vinte perdedores da segunda fase, Darlington foi o sorteado, mas na terceira fase acabou eliminado pelo Aston Villa por 2 a 1 no Villa Park.

Durante o verão de 2002, o Darlington tentou contratar dois jogadores mundialmente famosos - Paul Gascoigne e Faustino Asprilla -, porém o Darlington não conseguiu contratar nenhum deles.

Em 2003, durante as comemorações de despedida do Feethams Stadium, o clube promoveu um concurso para eleição dos onze maiores jogadores da história do Darlington. Os jogadores eleitos foram: Mark Prudhoe, Ron Greener, Craig Liddle, Kevan Smith, John Peverell, Andy Toman, Alan Sproates, David McLean, Alan Walsh, Marco Gabbiadini e Colin Sinclair. Marco Gabbiadini venceu o prêmio geral e foi eleito o maior jogador da história do Darlington. Gabbiadini, durantes as duas temporadas em que defendeu o Darlington, marcou cinquenta gols.

No verão de 2003, o clube se mudou para seu novo estádio, o Reynolds Stadium. No entanto, o mal início de temporada fez com que o treinador Mick Tait fosse demitido e substituído pelo popular David Hodgson, retornando pela terceira vez ao cargo. O Darlington entrou em nova crise e houve grande receio de que dessa vez o clube não resistisse. Durante essa fase houve rumores de que o clube venderia o novo estádio e voltasse ao Feethams.

Em janeiro de 2004, foi realizado um jogo beneficente que reuniu grandes jogadores famosos como Paul Gascoigne, Bryan Robson e Kenny Dalglish. O jogo reuniu mais de quatorze mil espectadores, o que ajudou o clube a se manter. Apesar de todos os traumas fora de campo, o desempenho do time dentro do campo melhorou significativamente. À essa altura, o rebaixamento parecia inevitável, porém David Hodgson fez com que o time jogasse num nível excelente no resto da temporada.

No final da temporada, George Reynolds passou o controle do clube para o consórcio Sterling, com Stewart Davies se tornando o novo presidente do Darlington. Davies se tornou logo popular com sua aproximação fácil aos torcedores, ao contrário de Reynolds. Depois de sair da crise, Hodgson contratou uma série de joagdores experientes como Craig Hignett, Alun Armstrong e Clyde Wijnhard; os torcedores carinhosamente o apelidaram de Galacticos. Os Quakers estavam com um grupo forte para brigar pelos Playoffs no fim da temporada, mas deixou escapar por causa de um gol de diferença para o Northampton Town e acabou ficando em oitavo lugar na Quarta Divisão.

Em 2006, Hodgson atendeu a pedidos de Galacticos e contratou jovens jogadores como Simon Johnson, Carlos Logan e Anthony Peacock. Depois de um grande início de temporada, o Darlington ficou novamente no limite e não se classificou para os playoffs, terminando a temporada em oitavo lugar, de novo.

As expectativas eram grandes para 2007 depois das contratações de jogadores experientes como Martin Smith, Michael Cummins e Gaetano Giallanza. Estas expectativas cresceram ainda mais depois dos dois primeiros jogos, quando os Quakers já eram líderes após duas vitórias sobre Macclesfield e Accrington Stanley. Porém se seguiu uma péssima campanha que culminou na troca de treinador.

No dia 30 de setembro de 2006, David Hodgson foi suspenso pelo clube pela seqüência de maus resultados e por uma possível negociação dele com o Bournemouth, deixando Neil Maddison e Martin Gray no comando do time por duas semanas, enquanto uma investigação interna seria realizada. Hodgson acabou demitido pouco tempo depois. Dave Penney, ex-treinador do Doncaster foi contratado, tendo Martin Gray como seu assistente.

Penney teve um início fantástico no Darlington, venceu as suas seis primeiras partidas. Infelizmente, uma série de lesões e doenças entre os jogadores acabou com quase todo o elenco do Darlington, o que provocou uma seqüência de maus resultados. Depois do Natal, Penney reforçou bem o elenco. Particularmente, as mais significativas foram as contratações por empréstimo de David Wheater e Ian Miller. O Darlington parecia imbatível, ainda mais depois de passar treze jogos sem nenhuma derrota. No entanto, depois que Wheater e Miller voltaram a seus times de origem, alguns defensores do time júnior tiveram que voltar ao time profissional. No final, o Darlington acabou em décimo primeiro lugar (e levando ainda de 5x a , em casa, na última rodada para o Stockport, pela segunda vez na temporada). Como ponto positivo, o Darlington completou três temporadas seguidas na metade de cima da tabela, o que não acontecia desde os anos vinte.

Não muito tempo depois de encerrada a temporada, Penney começou a reconstruir o seu elenco para a temporada seguinte. O setor mais aboradado foi o defensivo, com as contratações de Neil Austin, Alan White, Steve Foster, Ian Miller, Scott Wiseman, John e Ryan Brackstone Valentim, e jogadores jovens como Wayne Clarke e Lewis Hardman também foram contratados. Penney também contratou os goleiros Andy Oakes e Przemyslaw Kazimierczak, os meias Rob Purdie, Kevin McBride, Nick Liversidge, Xavier Barrau e atacantes Paweł Abbott, Ian Harty e Guylain Ndumbu-Nsungu, e as contratações por empréstimo do goleiro Corrin Brooks-Meade, dos defensores Lee Ridley, Paul Mayo e Ben Parker, dos meias Chris Palmer, Johann Smith, Joe Colbeck, Bryan Hodge, Jason Kennedy e Craig Nelthorpe e dos atacantes Matt Green, Richie Foran e Kevin Gall. O Darlington terminou essa temporada em sexto lugar, à frente do Wycombe pelo saldo de gols, assegurando uma vaga nos playoffs após um empate com o Chesterfield duas rodadas antes do fim da temporada. O principal objetivo do Darlignton nessa temporada era o acesso à Terceira Divisão, o que não ocorreu após a derrota, nos pênaltis por 5 a 4 para o Rochdale nas semifinais dos playoffs, depois de dois resultados de 2 a 1 para os vistantes, dando 3 a 3 no agregado.

Não muito tempo depois do encerramento da temporada, Penney já começou a reconstruir o elenco para a temporada 2007/08. Penney disse que alguns jogadores deixariam o clube, e esses jogadores eram: John Brackstone, Kevin Burgess e Guylain Ndumbu-Nsungu. Depois de alguns dias ele anunciou que mais seis joagadores deixariam o time: Michael Cummins, Julian Joachim, Keltie Clark, Sean Reay, Neil Wainwright e Scott Wiseman. Mas Penney ainda tem que comprar, tanto para repôr os nove jogadores que saíram e mais alguns para reforçar o time. Jason Kennedey se tornou o primeiro jogador contratado, depois de uma impressionante temporada enquanto esteve no clube por empréstimo, ele acabou contratado.

Não muito tempo depois do fim da temporada, Penney já começou a reconstruir seu elenco para a temporada 2008/09. O primeiro jogador contratado foi Jason Kennedy, depois de passar a última temporada no time por empréstimo. Os outros contratados foram, na ordem: Clayton Fortune, Adam Griffin, David Poole e Adam Proudlock, além de Simon Todd contratado para os Reserves, e que foi emprestado ao Blyth Spartans FC, até 30 de Junho de 2009. No dia 8 de agosto de 2008, Tommy Wright foi vendido ao Aberdeen por volta de £100,00. Isso levou Penney a contratar o meio-campo Robin Hulbert, do Port Vale e o atacante Billy Clarke, do Ipswich por empréstimo de um mês. O último jogador a chegar foi o meio-campo Franz Burgmeier, de Liechtenstein.

Estádio[editar | editar código-fonte]

O Darlington joga no Darlington Arena, conhecido por razões de patrocínio como Balfour Webnet Darlington Arena. De 1883 a 2003, o clube jogou em Feethams, que logo depois foi demolido.

Títulos[editar | editar código-fonte]

Inglaterra Campeonato Inglês da Quarta Divisão: 1

(1990-1991)

Ligações externas[editar | editar código-fonte]