Dave Krusen

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Translation Latin Alphabet.svg
Este artigo ou secção está a ser traduzido. Ajude e colabore com a tradução.

David Krusen (10 de março de 1966, Tacoma, Washington) é um baterista estadunidense, mais conhecido por ter sido o baterista original da banda Pearl Jam e por seu trabalho no álbum Ten.

Carreira musical[editar | editar código-fonte]

Pearl Jam[editar | editar código-fonte]

Dave Krussen foi convidado, em 1990, pelo baixista Jeff Ament e pelo guitarrista Stone Gossard para compor a banda Pearl Jam. Krusen foi um membro da banda desde a primeira apresentação oficial em 22 Outubro de 1990 até o término do primeiro álbum, Ten. Depois disso, deixou a banda, em maio de 1991, por problemas pessoais.

Hovercraft[editar | editar código-fonte]

Nos anos 90, Krusen se juntou a Beth Liebling e Ryan Shinn para formar a banda Hovercraft, através do pseudônimo de "Karl 3-30", substituindo Eddie Vedder. Com um baterista mais tecnicamente hábil, a banda estava livre para tocar além do som experimental do seu primeiro lançamento, exibindo-se com mais experiência nos improvisos e experimentalismos inovadores. Enquanto membro da Hovercraft, participou de turnês com a banda e gravou o álbum Akathisia.

Candlebox[editar | editar código-fonte]

Ele foi também o segundo baterista da Candlebox, subtituindo Scott Mercado. Se juntou à banda em 1997 e gravou o álbum Happy Pills. Foi substituído por Shannon Larkin da banda Ugly Kid Joe quando deixou a Candlebox em 1997.

Unified Theory[editar | editar código-fonte]

Krusen tocou bateria com a banda Unified Theory no álbum com mesmo nome, lançado em agosto de 2000. A banda era composta por dois ex-membros da Blind Melon, o baixista Brad Smith e o guitarrista Christopher Thorn e o recém-chegado Chris Shinn no vocal e na guitarra. A banda começou a se formar em Los Angeles, em 1998 após a mal-sucedida tentativa de Smith e Thorn de investir na Blind Melon com seu novo vocalista. Krusen já era amigo dos dois. Enquanto compunha músicas para o segundo álbum, se frustrou com a banda por conta de atrasos, o que levou à sua dissolução.

Outros projetos musicais[editar | editar código-fonte]

Foi componente de uma banda situada em Seattle chamada Novatone, que lançou o álbum "TTime Can't Wait" em 2005. De 2005 a 2007, foi baterista de Cheyenne Kimball e tocou com ela no seu primeiro álbum. Atualmente, ele está trabalhando com blues/noise-groove, gravações de vanguarda e performances ao vivo e em estúdio com vários artistas, entre eles Martyr Reef, Carolyna Loveless, Chris Robinson and Puppies and Kittens.

Discografia[editar | editar código-fonte]

Pearl Jam[editar | editar código-fonte]

Ano Álbum Gravadora Música(s)
1991 Ten Epic Todas
1993 In Defense of Animals Restless "Porch"
1999 Rock: Train Kept a Rollin' Sony "Black"
2003 Lost Dogs Epic "Alone", "Hold On", "Yellow Ledbetter", "Wash", "Let Me Sleep" e "Brother"
2004 Rearviewmirror: Greatest Hits 1991-2003 Epic "Once", "Alive", "Jeremy", "Black" e "Yellow Ledbetter"

Hovercraft[editar | editar código-fonte]

Ano Álbum Gravadora
1997 Akathisia Mute

Candlebox[editar | editar código-fonte]

Ano Álbum Gravadora Música(s)
1998 Happy Pills Warner Bros. Todas
2006 The Best of Candlebox Rhino/WEA "Happy Pills", "It's Alright", "Sometimes", "10,000 Horses" e "Glowing Soul"
2008 Into the Sun Silent Majority Group/ILG Algumas

Unified Theory[editar | editar código-fonte]

Ano Álbum Gravadora
2000 Unified Theory Universal

Novatone[editar | editar código-fonte]

Ano Álbum Gravadora
2005 Time Can't Wait Wax Orchard

Contribuições e colaborações[editar | editar código-fonte]

Ano Grupo Álbum Gravadora Música(s)
1998 Caustic Resin The Medicine Is All Gone Alias Algumas
2002 Carrie Akre Invitation My Way Todas
2005 Thee Heavenly Music Association Shaping The Invisible Rehash Algumas
2006 Cheyenne Kimball The Day Has Come Epic "Good Go Bad", "Everything to Lose" e "Didn't I"
2008 Shawn Smith The Diamond Hand Sound Vs. Silence "Toss It in the Fire", "The White Queen" e "For Everyone to See"

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]