David Palmer

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou se(c)ção não cita fontes fiáveis e independentes (desde janeiro de 2009). Por favor, adicione referências e insira-as no texto ou no rodapé, conforme o livro de estilo. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
24-title.svg—    Personagem
Dennis Haysbert cropped.jpg
David Palmer
Gênero Masculino
Profissões Senador
Presidente
Afiliações Senado
Casa Branca
UCT
Familiares Wayne Palmer (irmão)
Sandra Palmer (irmã)
Sherry Palmer (esposa)
Keith Palmer (filho)
Nicole Palmer (filha)
Estado atual Morto
Temporadas , , , ,
Interpretado por Dennis Haysbert

David Palmer é uma personagem na série de televisão 24 Horas interpretada por Dennis Haysbert. A ex-mulher de Palmer, Sherry, e seu irmão Wayne foram duas importantes figuras em sua administração. Ele teve um filho, Keith, e uma filha, Nicole.

O personagem[editar | editar código-fonte]

David Palmer era um Senador dos Estados Unidos em Maryland que concorreu à Presidência. Ele foi eleito após ter sofrido uma tentativa de assassinato que foi frustrada por Jack Bauer. Embora sempre tenha sido muito correto, ele acabou tendo que se curvar, depois que o candidato adversário descobriu que David mentiu para um chefe de polícia, visando proteger sua ex-mulher, Sherry Palmer, que estava sob suspeita de envolvimento na morte de um homem.

Ao longo da série, o papel de Palmer como o presidente é freqüentemente vital ao anular planos terroristas. Palmer é visto como um líder bom que toma decisões difíceis sem muita hesitação. Em várias ocasiões, sua intervenção através do uso dos poderes presidenciais ajudara a CTU (Unidade Anti-Terrorismo).

Primeira temporada[editar | editar código-fonte]

David Palmer teve muitas dificuldades durante sua vida política. Na primeira temporada, Palmer era o candidato principal para a nomeação para Presidente dos Estados Unidos. Sua vida foi ameaçada ao longo do Dia Um. A vida política dele foi ameaçada em outras frentes. Seu filho, Keith, era tido como um dos principais suspeitos do assassinato do homem que violentou sua filha. Palmer fez uma investigação, mas percebeu que dizer a verdade seria melhor do que tentar cobrir a situação com mentiras, e ficou do lado de seu filho. Entretanto, ele descobriu que sua esposa, Sherry, estava tentando manipulá-lo, tanto nesse escândalo envolvendo seu filho, e em outro que Sherry tentou criar. David ficou furioso com Sherry, e divorciou-se dela.

David Palmer também confrontou pessoalmente Jack Bauer no decorrer dos eventos das primeiras 10 horas da série. Ele foi prático, exigindo uma conversa privada e não-gravada com Bauer. Palmer, acreditando que Bauer queria se vingar pela morte de sua equipe em uma missão, começou exigindo que Jack lhe falasse sobre as outras pessoas que estariam envolvidos na ameaça à sua vida. Jack disse que estava tentando proteger a vida de Palmer e acabou convencendo-o. Jack tinha liderado uma operação secreta, que custou a vida de sua equipe, mas Jack não sabia que foi o Senador Palmer quem autorizou a missão. Jack tinha carregado a culpa pela perda de seu time para sua vida pessoal, o que acabou resultando na sua separação de sua esposa e um caso com Nina Myers (que terminou, antes do Dia Um). Senador Palmer, com isso percebeu que Jack tinha passado por um dia ruim. E autorizou Jack a continuar trabalhando no Dia 1.

Precedido por
Harry Barnes
Presidente dos Estados Unidos
(24 Horas)

Segunda temporada
Sucedido por
James Prescott
Precedido por
James Prescott
Presidente dos Estados Unidos
(24 Horas)

Terceira temporada
Sucedido por
John Keeler