David Weir

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
David Weir
Informações pessoais
Nome completo David Gillespie Weir
Data de nasc. 10 de Maio de 1970 (44 anos)
Local de nasc. Falkirk,  Reino Unido
Nacionalidade Escocês
Altura 1,90 m
Destro
Informações profissionais
Clube atual Aposentado
Posição Defensor
Clubes de juventude
1988-1991 Universidade de Evansville
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos (golos/gols)
1992-1996
1996-1999
1999-2007
2007-2012
Escócia Falkirk
Escócia Heart of Midlothian
Inglaterra Everton
Escócia Rangers
133 (8)
76 (8)
235 (10)
143 (4)
Seleção nacional
1997–2010 Flag of Scotland.svg Escócia 69 (1)
David Weir
Informações pessoais
Data de nasc. {{{nascimento_data}}}
Local de nasc. {{{nascimento_cidade}}}, {{{nascimento_país}}}
Informações profissionais
Times que treinou
2012- Inglaterra Everton (equipe reserva)

David Gillespie Weir (Falkirk, 10 de maio de 1970) é um ex-futebolista escocês. Atuava como zagueiro, e sua última equipe foi o Rangers, tendo ainda destacada passagem pelo Everton.

Carreira[editar | editar código-fonte]

No início de sua carreira de jogador, Weir, que estudava na Universidade de Evansville, chegou a ser contactado pelo Celtic, com o objetivo de ser contratado pelos alviverdes de Glasgow. Entretanto, as chances da equipe da metade católica da Escócia em tê-lo em seu plantel melaram quando ele assinou com o Falkirk, equipe de sua cidade natal, em 1992.

Após deixar os Bairns, Weir assinou contrato com o Hearts, time de nível maior que o do Falkirk, ficando três anos com os Maroons. Foi por este time que ele recebeu sua primeira convocação para a Seleção da Escócia, em 1997.

Saiu do Hearts em 1999 e foi para o Everton, única equipe de fora da Escócia a atuar. Teve bons desempenhos ao liderar a defesa dos Toffees, entre 99 e 2007, quando deixou a equipe ao fim do contrato e regressou à Escócia para defender o Rangers, sendo seu capitão de 2007 até 2011.

Antes, em maio de 2011, foi incluído no Hall da Fama do Rangers, tornando-se o primeiro jogador do clube a receber a honraria ainda com o contrato em vigência. Dois meses depois, renovou seu contrato por mais um ano. No entanto, com a saída de Walter Smith do comando técnico dos Gers e sua posterior substituição por Ally McCoist, Weir perderia a condição de capitão para Steven Davis.

Sua última partida na Liga dos Campeões foi contra o Malmö, válida pela Terceira Fase eliminatória. Jogou 29 minutos até ser substituído por Juan Manuel Ortiz. Em janeiro de 2012, perto do final de seu contrato com o Rangers, Weir se despede da equipe para tentar seguir jogando em uma equipe inglesa, cujo nome não foi citado por ele.

Entretanto, nenhum time quis fazer proposta de contrato ao zagueiro, que anunciou sua aposentadoria. Chegou a ensaiar um retorno ao Everton em fevereiro de 2012, sendo inscrito como jogador do time reserva dos Toffees, que ofereceu um contrato como treinador da equipe de reservas.

Carreira na Seleção[editar | editar código-fonte]

Como já foi citado, Weir estreou pela Seleção da Escócia em 1997, em amistoso contra o País de Gales, e disputou a Copa de 1998, disputando duas partidas. Marcou seu único gol contra a Letônia, em 2001. Chegou a dizer adeus à carreira internacional em 2002, após receber críticas do então treinador da Escócia, o alemão Berti Vogts, durante o jogo contra a Seleção das Ilhas Faroe, mas acabou regressando ao time dois anos depois, já com Walter Smith no comando.

Em agosto de 2010, Weir foi convocado para as partidas contra Lituânia e Liechtenstein, pelas Eliminatórias da Eurocopa de 2012.

No jogo contra a Lituânia, Weir bateu o recorde de jogador mais velho a atuar com a camisa da Escócia: aos 40 anos e 116 dias, superando o ex-goleiro Jim Leighton, que tinha 40 anos e 78 dias quando disputou sua última partida pela Seleção.

    Bandeira de EscóciaSoccer icon Este artigo sobre futebolistas escoceses é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.