David du Plessis

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Pentecostalismo
Pentecostalismo

David Johannes du Plessis (7 de fevereiro de 1905 - 31 de janeiro de 1987) foi um ministro pentecostal sul-africano, e é considerado um dos principais fundadores da movimento carismático, em que a experiência pentecostal se espalhou para igrejas não-pentecostais no mundo inteiro.

Ele converteu-se para o cristianismo evangelical aos 16 anos, e recebeu o que o batismo no Espírito Santo com de 18 anos idade, acompanhado de falar em línguas. Ele foi ordenado em 1928 pela Missão da Fé Apostólica da África do Sul, e mudou-se para o Estados Unidos em 1949, onde trabalhou junto a Assembleia de Deus até sua exclusão em 1962 por sua campanha de aproximação entre cristãos.

Originalmente evitando outros movimentos, ele se tornou um crente ativo no ecumenismo, a partir de seus esforços em 1950 para compartilhar a experiência pentecostal com cristãos de denominações históricas, principalmente o catolicismo romano. Sua principal porta de entrada para o ecumenismo foi através de sua amizade com John McKay, então Presidente do Seminário de Princeton, Nova Jersey. McKay convidou Du Plessis para aderir ao Concílio Missionário Internacional em Willingen, Alemanha Ocidental, em 1952. Lá, ele ganhou o apelido de "Sr. Pentecostes".

Ele foi um membro de apoio e "observador" pentecostal no Concílio Mundial de Igrejas em 1954 e 1961 respectivamente, e foi convidado para servir como representante pentecostal no Concílio do Vaticano II.

Du Plessis intitulou sua autobiografia The Spirit Bade Me Go, como ele acreditava que Deus o tinha ordenado para levar a mensagem pentecostal à outras denominações, e em particular ao Concílio Mundial de Igrejas. Recontando um encontro com 24 líderes ecumênicos em Connecticut, Du Plessis escreveu:

Eu poderia recordar o dia quando eu quisesse eu poderia ter firmado os meus olhos sobre os homens para denunciar a sua teologia e suplicar o juízo de Deus sobre eles para o que eu considerava suas heresias e falsas doutrinas.... Depois de algumas palavras introdutórias de repente senti um calor vindo de mim. Eu sabia que este era o Espírito Santo me tomando, mas o que ele estava fazendo em mim? Em vez do velho espírito de duras críticas e de condenação em meu coração, agora eu sentia tanto amor e compaixão por esses líderes eclesiásticos que eu preferia ter morrido para eles do que passar sentença sobre eles.

Refências[editar | editar código-fonte]

  • Du Plessis, David J., The Spirit Bade Me Go, (Self-published, n.d.)
  • Harper, Michael, As at the Beginning: The Twentieth Century Pentecostal Revival, (Hodder & Stoughton, 1965)
  • Spittler, R.P., "David Johannes du Plessis" in The New International Dictionary of Pentecostal and Charismatic Movements, revised edition, ed. Stanley M. Burgess & Eduard van der Maas, (Zondervan, 2003)
  • From prosecutor to defender: An intellectual history of David J. du Plessis, drawn from the stories of his testimony by Rutherford, Brinton L., Ph.D., Fuller Theological Seminary, School of Theology, 2000, 274 pages; AAT 9962623

Ligações externas[editar | editar código-fonte]