Davy Jones (automobilista)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Davy Jones
Nome completo Davy Jones
Nacionalidade    Estados Unidos Norte-americano
Data de nascimento 1 de Junho de 1966 (48 anos)
Registros na IndyCar Series
Anos 1996-1997, 2000
Times 2 (Galles e Coulson)
Campeonatos 0 (26º em 2006)
Pontos 22
Voltas mais rápidas 0
Primeira corrida Estados Unidos Indy 500, 1996
Última corrida Estados Unidos Indy 500, 2000
(não-classificado)
GPs Poles Pódios Vitórias
3 (1 largada) 0 1 0
Registros na CART/Champ Car
Anos 1987, 1989, 1993-1996
Times 5 (Foyt, Euromotorsport, King, Dick Simon e Galles)
Campeonatos 0 (22º em 1989)
Pontos 11
Voltas mais rápidas 0
Primeira corrida Estados Unidos Indy 500, 1987
Última corrida Estados Unidos GP de Laguna Seca, 1996
GPs Poles Pódios Vitórias
16 0 0 0

Davy Jones (Chicago, 1 de junho de 1966) é um automobilista norte-americano.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Início[editar | editar código-fonte]

Seu melhor desempenho nas categorias de base foi em 1983, quando foi terceiro colocado na Fórmula 3 britânica, ficando atrás apenas de Ayrton Senna e Martin Brundle. No ano seguinte, Bernie Ecclestone, então chefe de equipe da Brabham, deu oportunidade ao jovem piloto de testar um de seus carros. No entanto, Jones não foi contratado para competir na temporada de 1984.

CART[editar | editar código-fonte]

A trajetória de Jones na antiga CART (Champ Car a partir de 2004) começou em 1987, correndo as 500 Milhas de Indianápolis, pela equipe Foyt, onde abandonou. Ainda disputaria o GP de Michigan pelo mesmo time, marcando três pontos no total.

Voltaria em 1989, pela Euromotorsport, novamente participando da Indy 500, terminando a prova em sétimo lugar. Pela mesma equipe, em 1993, chegaria em décimo-oitavo lugar em Indianápolis. De volta à equipe Foyt, Jones disputou as provas de Surfer's Paradise, Phoenix e Long Beach. Nas 500 Milhas de Indianápolis, "bumpeou" seu companheiro na equipe King, o canadense Scott Goodyear. Mas o time sacou Jones do carro #40, colocando Goodyear em seu lugar.

Em 1995, faria sua quinta 500 Milhas, desta vez pela equipe Dick Simon, tendo abandonado a corrida por causa de uma batida na curva 2.

Jones disputaria as últimas cinco etapas da temporada de 1996 da CART pela equipe Galles, no lugar de Eddie Lawson, que estava se despedindo das pistas. Seu melhor resultado foi um décimo-segundo lugar em Michigan.

IRL[editar | editar código-fonte]

Jones disputou apenas três provas pela IRL (atual IndyCar Series), tendo largado em apenas uma, novamente as 500 Milhas de Indianápolis. Chegou em segundo lugar, atrás apenas de Buddy Lazier, vencedor da prova. Tentou correr a etapa da Disney na temporada 1996-97, mas desistiu.

A última participação de Jones na IRL foi novamente na Indy 500, mas ele fracassou em sua tentativa de obter uma vaga no grid.

Le Mans[editar | editar código-fonte]

Davy Jones também participou das 24 Horas de Le Mans, estando presente em cinco provas. Venceu a classe LMP1 em 1996, tendo como companheiros de time o austríaco Alexander Wurz e o alemão Manuel Reuter.

Desempenho nas 500 Milhas de Indianápolis[editar | editar código-fonte]

Ano Chassi Motor Largou em Chegou em Equipe
1987 March 86C Ford Cosworth DFX 28º 28º Foyt
1989 Lola T88/00 Ford/Cosworth DFX 31º Euromotorsport
1993 Lola T92/00 Chevrolet/Ilmor 265A 28º 15º Euromotorsport
1994 Lola T94/00 Ford XB Substituído por Scott Goodyear King Racing
1995 Lola T95/00 Ford XB 32º 23º Dick Simon Racing
1996 Lola T95/00 Mercedes/Ilmor IC108B Galles
2000 G-Force Oldsmobile Não-classificado Coulson
Ícone de esboço Este artigo sobre Automobilismo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.