Daytona 500

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Provas NASCAR - Sprint Cup
Provas ativas
Sprint Unlimited
Budweiser Duels
Daytona 500
The Profit on CNBC 500
Kobalt 400
Food City 500
Auto Club 400
STP 500
Duck Commander 500
Bojangles' Southern 500
Toyota Owners 400
Aaron's 499
5-hour Energy 400
NASCAR Sprint All-Star Race
Coca-Cola 600
FedEx 400
Pocono 400
Quicken Loans 400
Toyota/Save Mart 350
Quaker State 400
Coke Zero 400
Camping World RV Sales 301
Brickyard 400
Gobowling.com 400
Cheez-It 355 at The Glen
Pure Michigan 400
Irwin Tools Night Race
Oral-B USA 500
Federated Auto Parts 400
Provas do Chase
MyAFibStory.com 400
Osram Sylvania 300
AAA 400
Hollywood Casino 400
Bank of America 500
GEICO 500
Goody's Headache Relief Shot 500
AAA Texas 500
Quicken Loans Race for Heroes 500
Ford EcoBoost 400
Provas inativas/extintas
Alamo 500 (1972-73)
Budweiser 400 (1970-81)
Budweiser NASCAR 400 (1979-81)
Coca-Cola 500 (Motegi) (1998)
Coors 420 (1973-84)
First Union 400 (1951-85)
Los Angeles Times 500 (1971-72, 1974-80)
Mountain Dew Southern 500 (1950-2004)
Music City USA 420 (1973-80)
Myers Brothers 200 (1962)
Northern 300 (1958-59, 1967-72)
Pepsi 420 (1958-84)
Pop Secret Microwave Popcorn 400 (1965-2003)
Subway 400 (1966-2004)
NASCAR Thunder 100 (1996-97)
Tyson Holly Farms 400 (1949-96)
Winston Western 500 (1958-87)
Prova da Daytona 500.

Daytona 500 é a principal prova da NASCAR, disputada desde 1959 percorrendo 200 voltas em uma distância de 500 milhas (805 km) no circuito de Daytona International Speedway na cidade de Daytona Beach, na Flórida.

Essa prova é conhecida nos Estados Unidos como The Super Bowl of NASCAR em referência a final do Futebol Americano e como The Great American Race (A Grande Corrida Americana). Desde 1995 sua audiência na TV americana é maior que qualquer outro evento esportivo, superando inclusive as 500 milhas de Indianápolis, uma das provas automobilísticas mais tradicionais do mundo.[1]

Lee Petty venceu a primeira edição da prova em 22 de Fevereiro de 1959, seu filho Richard é o maior vencedor com 7 vitórias nas 500 milhas. Uma das particularidades da prova é que ela é a corrida de abertura do campeonato da Sprint Cup. As provas realizadas, Sprint Unlimited e Budweiser Duels não contam pontos para o campeonato.

A formação do Grid de largada é diferenciada nessa prova. Todos os carros incritos participam de uma sessão de qualificação no domingo anterior a prova tendo cada carro 2 voltas no circuito. Os 2 melhores tempos definem o pole e o segundo colocado da prova. Os 35 melhores carros do ano passado tem vaga garantida no grid e sua posição de largada que é definido nas duas provas na quinta feira. O grid é completado com os melhores carros nos Budweiser Duels e nos tempos obtidos na qualificação. Caso haja um ex-campeão da categoria fora dos 42 classificados, ele garante vaga automaticamente na 43ª posição.

Vencedores[editar | editar código-fonte]

Daytona 500
Local Daytona International Speedway
Patrocinador(es) principal(is) não há
Ano de estréia 1959
Distância 500 milhas/805 km
Voltas 200
Nomes usados

Daytona 500 (1959-)

Ver também[editar | editar código-fonte]


Sequência das Provas
Budweiser Duels << Daytona 500 >> The Profit on CNBC 500

Referências

  1. "Culture, Class, Distinction"Bennett, Tony. Culture, Class, Distinction. Routledge (2009) Disaggregating cultural capital. English translation ISBN 0-415-42242-6 (hardcover).


Referências