Death or Glory

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita uma ou mais fontes fiáveis e independentes, mas ela(s) não cobre(m) todo o texto (desde Outubro de 2012).
Por favor, melhore este artigo providenciando mais fontes fiáveis e independentes e inserindo-as em notas de rodapé ou no corpo do texto, conforme o livro de estilo.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Death or Glory
Álbum de estúdio de Running Wild
Lançamento 8 de Novembro de 1989
Gravação 1989
Gênero(s) Heavy metal, Power Metal
Duração 54:18
Idioma(s) inglês
Formato(s) LP CD
Gravadora(s) Noise Records Alemanha
Produção Running Wild
Cronologia de Running Wild
Último
Último
Port Royal
(1988)
Blazon Stone
(1991)
Próximo
Próximo
Singles de Death or Glory
  1. "Wild Animal"
  2. "Bad To The Bone"

Death or Glory é o quinto álbum de estúdio da banda alemã Running Wild, lançado em 1989, além do álbum também foi lançado os singles "Wild Animal" e "Bad To The Bone" e o clipe da mesma.

História[editar | editar código-fonte]

Com a banda mais madura e mais conhecida no cenário Europeu a turnê do álbum foi um sucesso tão grande que foi registrado o video Death or Glory Tour em Dusseldorf em 1989. Apesar de ter apenas 9 músicas e cerca de 45 minutos esse video mostra que a banda tem muito feeling e carisma ao vivo, e a banda não caiu de produção nos shows como algumas bandas que só são boas nos discos de estúdio, o video realmente é perfeito a voz de Rolf está no auge e ele está muito seguro e maduro como músico, Jens Becker também dá um show a parte com o som do "estralado" de seu baixo, Majk Moti além de ser um excelente guitarrista ainda fazia perfeitamente os backing vocais, Iain também não decepciona e se mostra um grande baterista muito preciso e agressivo e além disso ainda cuspia fogo nos shows, o que combina muito bem com a atmosfera da banda.

Mas um fato lamentável abalou e manchou a turnê, pois Iain Finlay foi pego roubando equipamentos da banda e foi demitido da banda antes mesmo da turnê acabar, por conta desse triste fato ter acontecido Iain Finlay nem teve seu nome nos créditos do video Death Or Glory Tour que foi lançado em 1990. Quem o substituiu no últimos shows da turnê foi o experiente e competente baterista Jörg Michael.

Realmente a saída de Iain Finaly foi muito ruim para pois além de ser um ótimo baterista, ele ainda ajudava muito Rolf na composição das músicas e também fazia músicas sozinhos e ainda cuspia fogo nos shows, realmente ele era um dos membros com mais qualidades no Running Wild e se não fosse por esse fato lámentavel ele teria ficado na banda por muito tempo com certeza.

O detalhe curioso fica por conta de metade das músicas ser de autoria de Iain Finaly, esse é o álbum tem mais músicas que outro membro compôs fora Rolf.

Outro detalhe curioso do álbum é da música título Death Or Glory nunca ser tocada ao vivo, estranho pois sempre supõe-se que a música que dá nome ao disco seja a melhor,essa música é a única faixa título que o Running Wild nunca tocou.

Faixas[editar | editar código-fonte]

N.º Título Compositor(es) Duração
1. "Riding the Storm"   R. Kasparek 6:28
2. "Renegade"   R. Kasparek/I. Finlay 4:29
3. "Evilution"   R. Kasparek/J. Becker/I. Finlay 4:43
4. "Running Blood"   R. Kasparek 4:29
5. "Highland Glory (The Eternal Fight)"   J. Becker/I. Finlay 4:51
6. "Marooned"   R. Kasparek/I. Finlay 5:12
7. "Bad to the Bone"   R. Kasparek/I. Finlay 4:46
8. "Tortuga Bay"   R. Kasparek/I. Finlay 3:16
9. "Death or Glory"   M. Moti/I. Finlay 3:56
10. "Battle of Waterloo"   R. Kasparek 7:48
11. "March On"   M. Moti 4:15
12. "Wild Animal (Faixa Bônus)"   R. Kasparek 4:11
13. "Tear Down the Walls (Faixa Bônus)"   R. Kasparek/M. Moti 4:17
14. "Störtebeker"   M. Moti/R. Kasparek (Faixa Bônus) 4:04
15. "Chains and Leather Regravado de Branded and Exiled"   R. Kasparek 5:45


Ícone de esboço Este artigo sobre um álbum de Running Wild é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.