Deathlok

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Searchtool.svg
Esta página ou secção foi marcada para revisão, devido a inconsistências e/ou dados de confiabilidade duvidosa. Se tem algum conhecimento sobre o tema, por favor verifique e melhore a consistência e o rigor deste artigo. Pode encontrar ajuda no WikiProjeto Banda desenhada.

Se existir um WikiProjeto mais adequado, por favor corrija esta predefinição. Este artigo está para revisão desde Fevereiro de 2008.

Text document with red question mark.svg
Este artigo ou secção contém uma ou mais fontes no fim do texto, mas nenhuma é citada no corpo do artigo, o que compromete a confiabilidade das informações. (desde dezembro de 2009)
Por favor, melhore este artigo introduzindo notas de rodapé citando as fontes, inserindo-as no corpo do texto quando necessário.
Under construction icon-yellow.svg
Este artigo carece de Caixa de informação
Sinta-se livre para editá-lo para que possa atingir um nível de qualidade superior.


Deathlock[1] é um anti-herói cibernético da Marvel dos anos 70. Deathlock teve uma única história publicada no Brasil, na extinta revista Heróis da TV da Editora Abril dos anos 80. Em Portugal foram publicadas diversas histórias na revista Mundo de Aventuras. Mas tem uma série de fãs, inclusive entre os escritores de quadrinhos, recebendo inclusive uma nova mini-série bem interessante nos EUA em 1999. Apareceu ainda em algumas histórias dos Vingadores, Capitão América e do Homem de Ferro.[2]

Recentemente, na série do Pantera Negra publicada na revista do Demolidor, o escritor Reg Hudlin fez uma homenagem ao personagem ao criar os "ciberzumbis" do exército americano.

Histórico[editar | editar código-fonte]

Luther Manning era um soldado americano de um futuro alternativo apocalíptico. Durante os anos 70 e 80 galgou vários postos por bravura e competência em combate, chegando ao posto de Coronel. Em uma missão de guerra seu corpo foi seriamente ferido em uma explosão. O major Simon Ryker, então, aproveitou para utilizar seu corpo mutilado em um projeto cujo objetivo era criar um exército de supersoldados ciborgues. Quando acordou, Manning estava em um corpo dotado de implantes metálicos, plásticos e eletrônicos, com um supercomputador alojado em parte de seu crânio. Foi lhe dado o nome de Deathlock e ele atuou durante um tempo como agente de Ryker, mas posteriormente, recuperou sua memória e fugiu, agindo como agente independente nesse mundo caótico.

Outras versões[editar | editar código-fonte]

  • No Universo Ultimate Homem-Aranha#70 Os Supremos lutam com um homem que refere-se a si mesmo como Luther Manning, que se parece com Deathlock e o Homem-Aranha o descreve como um "cara meio-robô meio-zumbi". Ele foi levado em custódia.

Outras midias[editar | editar código-fonte]

  • Em 2007 a Paramount Pictures revelou um roteiro no qual o Deathlock é o personagem principal, o roteirista é David Self.
  • Um brinquedo da série Marvel Legends do Deathlock é parte da série Galactus.
  • A música Psychotron, da banda de Thrash metal, Megadeth do álbum Countdown to Extinction, é sobre o personagem Deathlock.
  • Nos últimos estágios do jogo de SNES e Genesis, Maximum Carnage ele pode ser chamado na tela para que atire em todos os inimigos na tela.
  • Recentemente, o personagem Mike Peterson da série Agents of S.H.I.E.L.D começou a ser transformado em um novo Deathlock.

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]