Dele Sosimi

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Dele Sosimi
Dele Sosimi.jpg
Dele Sosimi, Paris, 10 de maio de 2009.
Informação geral
Nome completo Bamidele Olatunbosun Sosimi
Nascimento 22 de fevereiro de 1963 (51 anos) Londres,
Reino Unido
Origem Londres
País Nigéria Nigeria
 Reino Unido
Gênero(s) afrobeat, funk, jazz
Instrumento(s) Vocal, sintetizador
Página oficial [1]

Bamidele Olatunbosun Sosimi, conhecido como Dele Sosimi, é um músico Nigeriano radicado na Grã-Bretanha, nascido no dia 22 de Fevereiro de 1963 em Londres.

Biografia[editar | editar código-fonte]

A sua carreira começou quando se juntou a Fela Kuti dos famosos Egypt 80 (1979-1986). Depois criou a banda Positive Force com Femi Kuti, com a qual tocou desde 1986 a 1994. Em ambas as bandas foi teclista, e também director musical tomando as rédeas da re-orquestração e arranjos musicais assim como o recrutamento e treino de novos músicos.

Baseada no Afrobeat, a música de Dele é uma mistura de complexos grooves funk, música tradicional nigeriana (incluindo highlife), percussão africana, passando pelos solos de trompeta jazz, assim como cantorias ritmícas.

O seu trabalho como teclista pode ser ouvido nos diversos álbuns de Fela[1] , e também nos de Femi[2] . Dele também tocou várias vezes com Tony Allen.

Depois do seu primeiro trabalho a solo Turbulent Times[3] , foi convidado para a selecção musical da compilação de 3 CD Essential Afrobeat (Universal, 2004). Foi o produtor e co-autor de Calabash Volume 1: Afrobeat Poems por Ikwunga[4] , o Afrobeat Poet (2004). É um membro fulcral do Wahala Project[5] . Também participou no álbum do rapper Britânico T, intitulado Closer[6] e o seu Turbulent Times foi destacado no The Afrobeat Sudan Aid Project (2006). O seu álbum Identity[7] [8] já foi descrito pela revista Songlines como “Escaldante conjunto de músicas do líder do Afrobeat em Londres”.

A suas performances incluem o Montreux Jazz Festival, Joe Zawinul's Birdland (Viena) o Treibhaus (Innsbruck ), Paradiso (Amsterdam), Bimhuis (Amesterdão), Oerol Festival (Terschelling, Holanda), the Ollin Kan Festival (México), Canada Afrobeat Summit (Calgary, Canada), Sensommer Int Musikkfestival (Oslo, Noruega), Festival Músicas Do Mar[9] e Festival Músicas do Mundo (Portugal), Festival Art des Ville - Arts des Champs (França) e the London African Music Festival, Hot Club in Lyon e ainda o Cave à Musique in Mâcon (França).

Baseado em Londres, Dele Sosimi é o instrutor e orientador do Afrobeat (através da sua Dele Sosimi Afrobeat Foundation, e como Visiting Lecturer no Music and Media, London Metropolitan University).

As performances de Dele consistem em três formatos, cada um deles mais aliciante que o outro – uma Orquestra Afrobeat de 15 elementos (com 5 elementos de percussão e bailarinas), uma de 6-9 elementos (o formato mais frequentemente usado) ou um trio/quarteto (com baixo, bateria e percussão).

Sosimi é acompanhado por um grupo fantástico de músicos. Dá-nos o seu virtuoso Afrobeat através de uma série de talentosos músicos: Femi Elias (baixo), Kunle Olofinjana (bateria),Phil Dawson (guitarra ritmica), Maurizio Ravalico (Instrumento de percussão), Justin Thurgur (trombone), Tom Allan (trompete) & Eric Rohner (Saxofone Tenor).

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Notas e referências[editar | editar código-fonte]

  1. Power Show, Original Sufferhead, MOP 1 (Movement of the People), Authority Stealing, Army Arrangeement, ITT (International Thief Thief), and Teacher Don't Teach Me Nonsense
  2. No Cause for Alarm and Mind Your Own Business
  3. Eko Star 2002, http://www.amplified-online.co.uk/features_det.php?featureno=38
  4. Universal, 2004
  5. Website Ikwunga : http://www.rebisihut.com/home.html
  6. publicado na compilação Puma na Copa do Mundo Futebol 2006
  7. Sweating for your Salary
  8. http://vids.myspace.com/index.cfm?fuseaction=vids.individual&videoid=52361489
  9. http://palmwinerecords.com/events/fela-tribute-dele-sosimi-hotclub-afrobeat-orchestra-babaliah.html