Dell

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde abril de 2010). Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Dell Inc.
Slogan The power to do more ("o poder de fazer mais")
Tipo Privada NASDAQ: DELL
Indústria Computer hardware
Fundação Austin, Texas (1984) (como PC's Limited),  Estados Unidos
Sede Round Rock, Texas,  Estados Unidos
Áreas servidas Mundo
Pessoas-chave Michael Dell, Fundador e CEO
Don Carty, CFO
Empregados 106,700
Produtos Desktops
Servidores
Notebooks
Periféricos
Impressoras
Armazenamento
Serviços
Valor
de mercado
Green up.png$30,5 bilhões USD (2011)
Lucro Green up.png$3,5 bilhões USD (2011)
Faturamento Green up.png$62 bilhões USD (2011)
Página oficial Site da empresa no Brasil
A sede da Dell

Dell Inc. NASDAQ: DELL é uma empresa de hardware de computador dos Estados Unidos, empregando mais de 106.700 pessoas no mundo inteiro. A Dell desenvolve, produz, dá suporte e vende uma grande variedade de computadores pessoais, servidores, notebooks, dispositivos de armazenamento, switches de rede, PDAs, software, periféricos e mais. De acordo com a lista Fortune 500 de 2005, a Dell é a 28ª maior empresa nos Estados Unidos (em vendas). Em 2005, a Fortune Magazine classificou a Dell como a número 1 na sua lista anual das empresas mais admiradas nos Estados Unidos, tomando o lugar do Wal-Mart, que mantinha o lugar por dois anos. Sua sede fica em Round Rock, Texas nos Estados Unidos.

A empresa abriu sua fábrica em solo brasileiro na cidade de Eldorado do Sul no Rio Grande do Sul em novembro de 1999. Conta também com um centro de desenvolvimento de software sediado no pólo Tecnopuc, da PUC-RS. No ano de 2006 foi anunciada a construção de uma nova fábrica na cidade de Hortolândia, interior de São Paulo. A partir de Agosto de 2007, Eldorado do Sul passou a sediar apenas a administração e toda a produção de (desktops, notebooks e servidores) foi transferida para Hortolândia.

A Dell é a maior empresa de distribuição de computadores nos Estados Unidos. Ela desenvolve, fabrica, vende e presta assistência a uma série de computadores pessoais, servidores, data storages, softwares, periféricos, PDA´s e muito mais. Em 2006, a Dell mantinha 63.700 pessoas trabalhando ao redor do mundo e foi a empresa que mais fabricou computadores no planeta. Seu modelo de negócios se diferencia de outras companhias devido ao baixo custo de operação e seu sistema de vendas diretas.

Michael Dell fundou a empresa em 1984, aos 19 anos, quando estudava na Universidade do Texas, Estados Unidos.

História[editar | editar código-fonte]

Michael Dell fundou a companhia em 1984, enquanto ainda estudava na Universidade do Texas, nos Estados Unidos. Com somente mil dólares, a empresa foi fundada com o nome de PC´s Limited. Desde o seu dormitório, Dell começou a montar computadores construídos a partir de componentes em estoque.

Em 1985, a empresa fabrica seu primeiro computador com design próprio, o Turbo PC, que continha processadores Intel 8088 com a velocidade de 8 MHz. A Dell então colocou anúncios em revistas de informática americanas para venda direta ao consumidores, além da possibilidade do consumidor escolher a sua configuração. Com isso, o preço final dos computadores era mais competitivo e o modo de compra mais conveniente. Com o sucesso da companhia, Michael Dell largou a faculdade para administrar seu negócio em tempo integral. Somente no primeiro ano, a companhia teve US$ 6 milhões brutos de entrada.

Em 1987, a PC´s Limited começou a operar também no Reino Unido. Nos quatro anos seguintes, 11 outros países também foram alcançados. Em 1988, a empresa adota o nome de Dell e suas entradas aumentam de US$ 130 milhões para US$ 180 milhões no primeiro dia de oferta pública de suas ações.

No ano de 1990, a Dell tentou vender seus produtos indiretamente através de supermercados e lojas de computadores, porém o sucesso foi muito tímido e a empresa voltou o foco no seu bem sucedido modelo de vendas diretas ao consumidor. Em 1992, a revista Fortune incluiu a Dell Computer Corporations na sua lista das 500 de maiores companhias do mundo. Em 1999, a empresa ultrapassou a Compaq e se tornou a maior vendedora de PC´s nos Estados Unidos. A partir de 2004 a companhia expandiu seus produtos para multimídia e entretenimento com o lançamento de televisores, handhelds e jukeboxes digitais. No fim de 2004, a companhia anunciou a construção de uma nova fábrica no estado americano da Carolina do Norte.

Em fevereiro de 2005, a Dell apareceu em primeiro lugar no ranking das "Empresas mais admiradas", publicado pela revista Fortune.

O termo polêmico[editar | editar código-fonte]

O Instituto de Física da Universidade Federal Fluminense[1] , sediado na cidade de Niterói, RJ, exibiu, no dia 13 de setembro de 2007, um documento em que a Dell faz exigências políticas para vender PCs[2] . A empresa proibia, no documento, que os pesquisadores produzissem conhecimentos que pudessem ser utilizados por pessoas ligadas a países definidos como "hostis aos Estados Unidos". Os países citados no documento foram: Cuba, Irã, Coreia do Norte, Sudão e Síria. Naquele contexto, o doutor em física Paulo Gomes, pesquisador do instituto ligado à Universidade Federal Fluminense, afirmou:

Cquote1.svg Não posso assinar um termo como esses. Aqui no Instituto, colaboramos com pesquisadores de diversos países. Eu mesmo tenho contato direto com cientistas de Cuba. Se a Dell me proibir de pesquisar livremente, simplesmente vou comprar PCs de outro integrador.[2] Cquote2.svg
Paulo Gomes, pesquisador do instituto ligado à UFF

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]