Delta Muscae

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
δ Muscae
Dados observacionais (J2000)
Constelação Musca
Asc. reta 13h 02m 16,3s[1]
Declinação -71° 32′ 55,9″[1]
Magnitude aparente 3,62[1]
Características
Tipo espectral K2 III[1]
Cor (U-B) 1,26[2]
Cor (B-V) 1,18[2]
Astrometria
Velocidade radial 36,5 km/s[1]
Mov. próprio (AR) 264,17 mas/a[1]
Mov. próprio (DEC) -22,75 mas/a[1]
Paralaxe 35,88 ± 0,44 mas[1]
Distância 91 ± 1 anos-luz
27,9 ± 0,3 pc
Magnitude absoluta 1,39
Detalhes
Raio 16[3] R
Outras denominações
CD-70 997, HR 4923, HD 112985, HIP 63613, SAO 257000.[1]
Delta Muscae
Musca constellation map.png

Delta Muscae (δ Mus, δ Muscae) é a terceira estrela mais brilhante da constelação de Musca, com uma magnitude aparente de 3,62.[1] Medições de paralaxe indicam que está a aproximadamente 91 anos-luz (27,9 parsecs) da Terra.[1]

O sistema Delta Muscae é composto por duas estrelas que formam uma binária espectroscópica com um período orbital de 847 dias e uma excentricidade de 0,4.[4] [5] A estrela principal é uma gigante laranja com um tipo espectral de K2 III.[1] Seu raio foi calculado em cerca de 16 vezes o raio solar.[3] Com base na classe espectral, tem uma temperatura efetiva entre 3 500 e 4 900 K.[6]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c d e f g h i j k l SIMBAD query result - del Mus SIMBAD. Centre de Données astronomiques de Strasbourg. Página visitada em 27 de janeiro de 2014.
  2. a b Johnson, H. L. et al. (1966). "UBVRIJKL photometry of the bright stars". Communications of the Lunar and Planetary Laboratory 4 (99). Bibcode1966CoLPL...4...99J.
  3. a b Pasinetti Fracassini, L. E. et al. (fevereiro de 2001), "Catalogue of Apparent Diameters and Absolute Radii of Stars (CADARS) - Third edition - Comments and statistics", Astronomy and Astrophysics 367: 521–524, doi:10.1051/0004-6361:20000451, Bibcode2001A&A...367..521P. 
  4. Pourbaix, D.; Tokovinin, A. A.; Batten, A. H.; Fekel, F. C.; Hartkopf, W. I.; Levato, H.; Morrell, N. I.; Torres, G.; Udry, S. (setembro de 2004). "SB9: The ninth catalogue of spectroscopic binary orbits". Astronomy and Astrophysics 424: p.727-732. DOI:10.1051/0004-6361:20041213. Bibcode2004A&A...424..727P.
  5. Eggleton, P. P.; Tokovinin, A. A. (setembro de 2008), "A catalogue of multiplicity among bright stellar systems", Monthly Notices of the Royal Astronomical Society 389 (2): 869–879, doi:10.1111/j.1365-2966.2008.13596.x, Bibcode2008MNRAS.389..869E. 
  6. "The Colour of Stars", Australia Telescope, Outreach and Education (Commonwealth Scientific and Industrial Research Organisation), 21 de dezembro de 2004, http://outreach.atnf.csiro.au/education/senior/astrophysics/photometry_colour.html, visitado em 31 de janeiro de 2014 
Ícone de esboço Este artigo sobre Estrelas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.