Demonstração das mutações do patrimônio líquido

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

As demonstrações das mutações do patrimônio líquido têm por finalidade apresentar as alterações que ocorreram em determinado exercício no patrimônio líquido da empresa, entre as principais alterações podemos destacar, a destinação dos resultados do período, integralização do capital e o aumento ou a diminuição das reservas da empresa. Sua elaboração é facultativa e, de acordo com o artigo 186, parágrafo 2º, da Lei das S/A, a Demonstrações de Lucros ou Prejuízos Acumulados (DLPA) poderá ser incluída nesta demonstração.

1. A demonstração das mutações do patrimônio líquido discriminará:

a) os saldos no início do período; b) os ajustes de exercícios anteriores; c) as reversões e transferências de reservas e lucros; d) os aumentos de capital discriminando sua natureza; e) a redução de capital; f) as destinações do lucro líquido do período; g) as reavaliações de ativos e sua realização, líquida do efeito dos impostos correspondentes; h) o resultado líquido do período; i) as compensações de prejuízos; j) os lucros distribuídos; l) os saldos no final do período.

2. As demonstrações contábeis são compostas de:

a) balanço patrimonial; b) demonstração do resultado do exercício; demonstrações de Mutações do patrimônio Líquido (DMPL) e de Lucros ou Prejuízos Acumulados (DLPA); c) Demonstração das Origens e Aplicações de Recursos (DOAR); d) Demonstração de fluxo de caixa (DFC); e) Demonstração do Valor Adicionado(DVA); f)Demonstrações Comparativas; g) Consolidação das Demonstrações Contábeis h) Balanço Social.

Ícone de esboço Este artigo sobre contabilidade é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.