Derry (Stephen King)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Derry, no estado de Maine, é uma cidade fictícia e parte da topografia fictícia do estado de Maine na obra do escritor Stephen King. Assim como Castle Rock, Maine serviu como cenário de alguns de seus romances e contos. Sua primeira aparição foi no conto "The Bird and the Album", e a cidade foi novamente explorada — e expandida — em A Coisa[1] [2] , Insomnia e 11/22/63. Ela é considerada o melhor exemplo de uma cidade pequena com "o mal" à espreita.[1] Derry ficaria próximo a Bangor, mas King já reconheceu que Derry, na verdade, é sua maneira de enxergar Bangor. Já um mapa no site oficial de King mostra Derry nos arredores da cidade de Etna.[3]

Tanto Derry como Castle Rock, junto com Jerusalem's Lot, formam uma tríade de cidades fictícias que King criou como cenários principais; as três exercem esse papel em mais de uma das obras do autor. King criou outras cidades fictícias no estado de Maine, como Chamberlain, em Carrie, a Estranha, Ludlow, em Cemitério Maldito e A Metade Negra (que nada tem a ver com a cidade homônima também em Maine), Haven, em Os Estranhos, Little Tall Island, em Dolores Claiborne e Storm of the Century, e Chester's Mill, em Under the Dome. Porém nenhuma dessas cidades fictícias foi usada por King tanto quanto Derry, Castle Rock e Jerusalem's Lot. Essa tríade de localidades é uma homenagem ao uso que H. P. Lovecraft fez de Arkham, Dunwich e Innsmouth, três cidades fictícias no estado de Massachusetts.

Referências

  1. a b David Finniss (12 de agosto de 2009). Stephen King 101: What is the importance of Derry?. Examiner.com. Página visitada em 4/4/2013.
  2. Alison Flood (22 de março de 2013). Stephen King and his wife pledge $3m to Maine library. The Guardian. Página visitada em 4/4/2013.
  3. Stephen King's Map of Maine. StephenKing.com. Página visitada em 4/4/2013.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]