Deserto polar

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Desertos polares são áreas com precipitação anual inferior a 250 mm e uma temperatura média durante o mês mais quente inferior a 10° C. A Antártida é um exemplo de grande deserto polar.[1]

Características[editar | editar código-fonte]

  • Biótopo - Zona junto aos polos. Clima glacial, frio intenso e cortante. Alguns dos ventos mais fortes do planeta sopram nesta região. Longa duração do dia e das noites (seis meses cada).
  • Biocenose – Vegetação praticamente inexistente. Nos polos, habitam animais de sangue quente adaptados ao frio – espessa camada de gordura sob a pele, proteção de pelo (nos mamíferos) ou penas (nas aves) que conservam o calor do corpo do animal – urso-polar, focas, morsas, pinguins. Os ursos hibernam para ultrapassarem o rigoroso Inverno polar. Todos estes animais de alimentam de peixe.
Ícone de esboço Este artigo sobre geografia (genérico) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.

Referências