Detective Comics

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Detective Comics
DetectiveComics1.jpg
Capa da primeira edição da revista Detective Comics.
Editora Detective Comics, Inc. (1–119)
National Comics Publications (120–296)
National Periodical Publications (297–467)
DC Comics (468–)
Publicação
Formato de publicação mensal
Publicação original Março de 1937
Qte. de edições 866 (+ #0 and #1,000,000 números)
Gênero (s) super-heróis
Personagens A partir do #27:
Batman
Equipe criativa
Roteirista(s) vários
Arte vários
Desenhista(s) vários
Arte-finalista(s) vários
Colorista(s) vários
Projecto Banda Desenhada  · Portal da Banda Desenhada

Detective Comics é uma revista de Banda Desenhada norte-americana, publicada mensalmente pela DC Comics desde 1937, mais conhecida por introduzir o icônico super-herói Batman no número 27. É, juntamente com Action Comics, a revista de estréia do Superman, as principais publicações da editora e a origem do nome atual da empresa. [1] Com 866 edições mensais publicadas em junho de 2010, é uma das mais antigas revistas em quadrinhos ainda em circulação e continuamente publicada nos Estados Unidos[2]

Histórico da publicação[editar | editar código-fonte]

"Detective Comics" foi a última publicação do empresário Major Malcolm Wheeler-Nicholson, cuja empresa de quadrinhos, a National Allied Publications, que se tornaria a DC Comics, uma das duas maiores editoras do gênero, embora muito tempo depois que seu fundador a deixara. Primeiramente Wheeler-Nicholson lançou dois títulos que se tornaram marcos: "New Fun: The Big Comic Magazine" # 1 (fevereiro de 1935), popularmente chamado de New Fun Comics # 1 e o "comic book" 'New Comics #1", com material inédito ao invés de publicação de compilações de tiras de jornal. Seu segundo trabalho, New Comics # 1, seria renomeado duas vezes para se tornar "Adventure Comics", outra série seminal que funcionou durante décadas até a edição # 503 em 1983[3] .

O terceiro e último título publicado sob a sua égide seria "Detective Comics", anunciado com uma ilustração de capa com data de dezembro 1936, mas que circulou com três meses de atraso, com a data de capa como março de 1937. Em 1937, no entanto, Wheeler-Nicholson estava em dívida com a gráfica do proprietário e distribuidor Harry Donenfeld, que foi também um editor de pulps e o principal distribuidor da revista Independent News. Wheeler-Nicholson tornou Donenfeld seu sócio, a fim de publicar Detective Comics # 1 por meio da recém-formada Detective Comics, Inc., com Wheeler-Nicholson e S. Jack Liebowitz, contador de Donenfeld, listados como proprietários. Wheeler-Nicholson foi obrigado a sair um ano depois[3] .

Originalmente uma antologia em quadrinhos, Detective Comics # 1 (março de 1937) trazia estrelas como Lung Ching (vilão estilo Fu Manchu); Slam Bradley (criado por Jerry Siegel e Joe Shuster, publicado 2 anos antes de Superman) e Speed Cyril Saunders desenhado por Creig Flessel [3] .Outros personagens:Cosmo, o fantasma dos disfarces (por Sven Elven), Bret Lawton, investigador internacional (por Creig Flessel), Detetive Gus (por Bill Patrick), Bart Regan, Espião (por Jerry Siegel e Joe Shuster), Jake Olho de Águia (por Alger) e Buck Marshall, detetive cowboy (por Homer Flemming) [4]

Batman e Robin[editar | editar código-fonte]

Primeira aparição de Batman, criado por Bob Kane e Bill Finger.

Detective Comics # 27 (maio de 1939) apresentou a primeira aparição de Batman (como "The Bat-Man"). Super-herói que viria a ser a estrela do título, alterando o logotipo da capa que muitas vezes seria escrito como "Detective Comics, estrelando Batman"[3] . Em fevereiro de 2007, este número específico do lançamento do Batman foi comprado por US$1.075.000 dólares (789.077 euros) por um colecionador, tornando-o o mais caro exemplar de uma revista em quadrinhos vendido até então.[5]

A Edição # 38 (abril de 1940) introduziu o ajudante de Batman, Robin (anunciado como "O sensacional encontro de 1940", na capa). A aparência juvenil de Robin e o aumento das vendas da revista logo levaria à tendência de outros super-heróis adotarem igualmente ajudantes de menor idade, como muitos leitores que se identificariam mais com as histórias. Os fãs e historiadores chamam essa época de Era de Ouro dos Quadrinhos[3] .

Referências

  1. Comic Book Resouurces (7 de setembro de 2012). [1] (em inglês). Visitado em 26 de dezembro de 2012.
  2. Action Comics acumulou mais revistas individuais, devido a um período na década de 1980 durante o qual foi publicada semanalmente.
  3. a b c d e Gerard Jones. Homens do Amanhã - geeks, gângsteres e o nascimento dos gibis. [S.l.]: Conrad Editora, 2006. 85-7616-160-5
  4. GCDB Acessado em 5-8-12
  5. REUTERS (26/02/2010). El mañoso Batman tumba a Superman en la casa de subastas, "El País".
Ícone de esboço Este artigo sobre Banda desenhada da DC Comics é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.