Di-hidrotestosterona

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde Agosto de 2013).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Estrutura química de Di-hidrotestosterona
Di-hidrotestosterona
Star of life caution.svg Aviso médico
Nome IUPAC (sistemática)
5S,8R,9S,10S,13S,14S,17S)-17-hidróxi-10,13-dimetil-1,2,4,5,6,7,8,9,11,12,14,15,16,17

-tetradecahidrociclopenta[a]fenantreno-3-ona

Identificadores
CAS 521-18-6
ATC A14AA01
PubChem 10635
Informação química
Fórmula molecular C19H30O2 
Massa molar 290.440 g/mol
Farmacocinética
Biodisponibilidade  ?
Metabolismo  ?
Meia-vida  ?
Excreção  ?
Considerações terapêuticas
Administração  ?
DL50  ?

A di-hidrotestosterona (DHT) (nome completo: 5α-di-hidrotestosterona, abreviado para 5α-DHT; INN: androstanolona) é um metabólito biologicamente ativo do hormônio testosterona, formado principalmente na próstata, testículos, folículos capilares e glândulas adrenais pela enzima 5α-redutase através da redução da ligação dupla 4,5. A diidrotestosterona pertence à classe dos componentes chamados andrógenos, também geralmente chamados de hormônios androgênicos. A DHT é cerca de 30 vezes mais potente que a testosterona devido à sua afinidade aumentada pelo receptor de andrógenos, sendo também a responsável pela calvície de padrão masculino.